Home » Esporte, Cultura e Lazer, Todas as notícias » 58ª Encenação da Paixão de Cristo leva o público ao delírio em Taboão da Serra

58ª Encenação da Paixão de Cristo leva o público ao delírio em Taboão da Serra

Por Williana Lascaleia, do Parque Assunção

A 58ª Encenação da Paixão de Cristo em Taboão da Serra aconteceu nesta sexta-feira, dia 18, em dois atos. Um em frente ao Parque das Hortênsias e o segundo no Morro do Cristo, quase na divisa com São Paulo. A estimativa dos organizadores é que quase 20 mil pessoas assistiram a encenação.

O espetáculo narra a história de Jesus de Nazaré de sua pregação até ressurreição. O ator Mário Pazini, morto no mês passado, e a atriz Natasha Marques, que está internada após um acidente de moto, foram homenageados durante o espetáculo.

58ª Encenação da Paixão de Cristo de Taboão da Serra emociona o público.

58ª Encenação da Paixão de Cristo de Taboão da Serra emociona o público.

“Vou fazer uma homenagem e um pedido. A homenagem é para o Mário Pazini e o pedido [de orações] é para a Natasha que sofreu um grave acidente”, pediu o secretário de cultura Laércio Lopes

Exaltação da Santa Cruz no Santuário Santa Terezinha

Exaltação da Santa Cruz no Santuário Santa Terezinha

Por volta das 15h, teve início a exaltação da Santa Cruz no Santuário Santa Terezinha, realizada pelo monsenhor Aguinaldo. A procissão saiu em direção ao Parque onde foram são narrados os primeiros momentos da vida de Jesus Cristo. Logo após foi feita a Via Crucis, que foi em direção ao Morro do Cristo onde aconteceu à crucificação e a ressurreição.

Neste ano foram feitas algumas alterações no espetáculo como, por exemplo, mudanças de cenas, alterações de músicas e a gravação do áudio ocorreram em um estúdio profissional.

O prefeito Fernando Fernandes e a primeira-dama e deputada estadual Analice Fernandes assistiram o espetáculo junto com alguns secretários municipais e vereadores.

PRECAUÇÃO COM OS ANIMAIS

O secretário Laércio Lopes tomou uma série de cuidados em relação ao recinto das araras que foi coberto com lona e placas enviadas pela defesa civil. E o palco foi fechado por trás para evitar que os animais se assustem com o som. As caixas de som foram direcionadas para o estacionamento, também na tentativa de diminuir o barulho e no palco havia apenas duas caixas de som e o retorno dos artistas.

“Tudo o que ele prometeu fazer, ele fez. Nós fizemos a medição no começo da encenação e não teve alteração, tanto que os animais estão dormindo. Só na hora do show extrapolou os decibéis que deveriam, mas tudo bem porque foi uma coisa mínima e não chegou a estressar nenhum animal. As providencias que ele tomou estão perfeitas”, elogiou a ativista Atília Reis, presidente da Comissão de Proteção e Defesa Animal, de São Bernardo do Campo.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online