Home » Política, Todas as notícias » Após acordo entre prefeitura e MST, Câmara de Taboão aprova alterações no Plano Diretor

Após acordo entre prefeitura e MST, Câmara de Taboão aprova alterações no Plano Diretor

Por Allan dos Reis, no Jardim Maria Rosa

A Câmara de Taboão da Serra aprovou na noite desta terça-feira, dia 1º de julho, o projeto de lei complementar encaminhado pelo prefeito Fernando Fernandes que altera diversos zoneamentos no plano diretor do município. A votação foi acompanhada de perto por centenas de integrantes do MST e de outros movimentos de moradia, que comemoraram a manutenção das áreas de ZEIS. O projeto agora vai passar pela segunda votação na próxima sessão.

Câmara de Taboão da Serra aprova alterações no Plano Diretor.

Câmara de Taboão da Serra aprova alterações no Plano Diretor.

O acordo para votação aconteceu na audiência realizada na Câmara no último domingo (dia 29) que reuniram técnicos e movimentos. O ponto mais polêmico, que é uma área no Jardim Helena, não entrou em votação.

Líder do MST, Paulo Félix, comemora alterações no Plano Diretor de Taboão da Serra que mantém áreas de ZEIS.

Líder do MST, Paulo Félix, comemora alterações no Plano Diretor de Taboão da Serra que mantém áreas de ZEIS.

O ex-vereador e líder do MST, Paulo Félix, comemorou a conquista e agora promete cobrar dos governos do Estado e Federal recursos para construção de moradias populares. “O município fez a sua parte ao destinar as áreas de ZEIS e agora a gente vai correr atrás dos governos estadual e federal para que aloquem recursos. Hoje temos um estoque de áreas para moradias populares. E também [estão localizadas] em áreas valorizadas. […] Vamos lutar por moradias de qualidade. Não queremos favelas. Pelo contrário, as poucas que existem temos que dar moradia digna para esse povo”, comemorou.

O presidente da Câmara, Eduardo Nóbrega (PR), destacou a luta do movimento por moradia e não deixou de fazer críticas ao ex-prefeito Evilásio Farias. “Se o movimento [de moradia] está grande é porque o governo anterior não mexeu uma palha”, provocou.

Quem também comemorou a votação foi a advogada Julia Collet. “Hoje [ontem] foi a nossa primeira luta e temos outras vitórias a conquistar. Na saúde e na educação”, disse. Bem crítica, ele fez questão de elogiar o papel da “nova” Câmara que tem recebido todos os movimentos sociais.

Militantes do MST ocupam a frente da Câmara de Taboão da Serra para acompanhar a votação que alterou o plano diretor.

Militantes do MST ocupam a frente da Câmara de Taboão da Serra para acompanhar a votação que alterou o plano diretor.

No dia anterior a votação, o prefeito Fernando Fernandes já havia confirmado o acordo com os movimentos sociais e diz que as mudanças de zoneamento não vão gerar nenhum tipo de especulação. “Nós não queremos gerar especulação. Onde a gente está detectando que tem um projeto para se fazer alguma coisa, então nós vamos nos preocupar na mudança de zoneamento. Não quero fazer mudança para que donos de áreas venham obter lucro”, afirma.

EMOÇÃO

Os vereadores fizeram questão de ir à tribuna para destacar a importância das áreas destinadas para moradia popular. Porém, a emoção do vereador Carlinhos do Leme (PP) extravasou e o político chorou assim que o painel computou os 13 votos favoráveis. A aprovação foi comemorada ao som do hino nacional do Brasil.

O vereador Carlinhos do Leme não conteve a emoção e chorou após a votação.

O vereador Carlinhos do Leme não conteve a emoção e chorou após a votação.

 

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online