Home » Política, Todas as notícias » Após denúncia no MP e na Câmara contra Nóbrega, CPI do Shopping Taboão discute sua possível saída da comissão

Após denúncia no MP e na Câmara contra Nóbrega, CPI do Shopping Taboão discute sua possível saída da comissão

Da redação do Taboão em Foco

A Comissão Especial de Inquérito (CEI), semelhante a uma CPI, criada pela Câmara Municipal para apurar os motivos que fazem o Shopping Taboão não construir a segunda alça de acesso, sentido Embu das Artes, ganhou mais um capítulo na reunião ocorrida nesta quarta-feira (19). Foi um pedido para afastamento do vereador Eduardo Nóbrega (PR) da comissão porque teria relações muito próximas com o shopping investigado.

Os vereadores Luiz Lune, Érica Franquini, Marcos Paulo, Eduardo Nóbrega e Cido no final da primeira reunião da CPI do Shopping Taboão.

Membros da CEI durante a primeira audiência pública contra  do Shopping Taboão. (Foto: Arquivo)

A acusação partiu de Luiz Gonzaga Bezerra, dono do Jornal Alternativo, que protocolou uma representação no Ministério Público e o mesmo pedido na Câmara, direcionado a presidente da CEI, Érica Franquini (PSDB). O elo seria o patrocínio do Shopping ao Clube Atlético Taboão da Serra (CATS), que hoje é presidido pelo irmão do vereador, mas que ele também presidiu por muitos anos.

Aumenta a pressão para que o vereador Eduardo Nóbrega deixe a CEI que investiga o Shopping Taboão. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

Aumenta a pressão para que o vereador Eduardo Nóbrega deixe a CEI que investiga o Shopping Taboão. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

“O CATS, segundo se vê nas propagandas locais, é patrocinado pelo Shopping Taboão e assim por representar interesses econômicos, o vereador Eduardo Nóbrega é suspeito, portanto, não pode compor a Comissão Especial de Inquérito em questão. O vereador Eduardo Nóbrega inclusive, já se posicionou politicamente em defesa do CATS, ameaçando rachar com o governo, caso a agremiação não recebesse uma maior atenção da Prefeitura”, diz trecho do documento.

A presidente da CEI deu prazo de uma semana para que o parlamentar possa se defender das acusações. Porém, o vereador Luiz Lune (PC do B) defendeu o abertamente que o mesmo se afaste da CEI. “Para se preservar de uma ‘expulsão’, seria bom que o [Eduardo] Nóbrega abrisse mão da CEI. É uma pessoa que não precisaria estar se expondo em uma comissão onde colocaria em cheque a imagem dele”, diz Lune.

Como não fez parte do início da audiência, Nóbrega disse que não conhecia a denúncia, já relatada em um jornal no início da semana, e que estaria atuando junto ao Ministério do Transportes para agilizar a liberação dos projetos e licenças para início da construção.

Na próxima semana, uma nova reunião deve definir o destino dos membros que compõe a comissão e possivelmente algumas respostas solicitadas na primeira reunião.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online