Home » Todas as notícias » Após espalharem placas, prefeito Fernando reafirma que não vai fechar Avenida Vida Nova

Após espalharem placas, prefeito Fernando reafirma que não vai fechar Avenida Vida Nova

Por Allan dos Reis, no Jardim Maria Rosa

Quem passa pela Avenida Vida Nova, rua que liga a Rodovia Régis Bittencourt ao Jardim Maria Rosa, vai se deparar com algumas placas instaladas durante o final de semana com os seguintes dizeres: “O prefeito que fechar a Avenida Vida Nova”. Junto, o número do processo que – em tese – daria base a tal afirmação, já negada diversas vezes pelo prefeito Fernando Fernandes (PSDB).

Placas espalhadas na Avenida Vida Nova diz que prefeito quer fechar via que liga o Jardim Maria Rosa a Rodovia Régis Bittencourt; Fernandes já garantiu até em vídeos que não fecha.

Placas espalhadas na Avenida Vida Nova diz que prefeito quer fechar via que liga o Jardim Maria Rosa a Rodovia Régis Bittencourt; Fernandes já garantiu até em vídeos que não fecha.

O processo na verdade não pede o fechamento da via. O que há é um Ação Civil Pública por improbidade administrativa da Prefeitura Municipal contra o ex-prefeito Evilásio Farias, o ex-vereador e presidente da Cooperativa Habitacional Vida Nova José Aprígio e outros três diretores exigindo área institucional que – na ação – entendem que a cooperativa deveria ter deixado área institucional à municipalidade por ter ocorrido loteamento, caracterizado com a abertura desta avenida.

Assim que soube das placas no domingo (5), durante um evento partidário em frente a avenida, mas do outro lado da Régis Bittencourt, o prefeito Fernando Fernandes (PSDB) voltou a repetir que não quer e não vai fechar a Avenida Vida Nova.

Eu gravei um vídeo [postado em sua fanpage] mostrando que isso é mentira. Taboão com todo problema viário ainda vai fechar uma via?. Não tem sentido. O processo trata de área institucional. Eles sabem o que devem a cidade. Querem fazer uma cortina de fumaça para desviar o fato real”, criticou Fernandes. “Se eu quiser fazer um posto de saúde ou uma creche, eu tenho que desapropriar porque nada foi deixado”, reforça.

Placas na Avenida Vida NovaA cooperativa defende a tese de que houve apenas desdobro e por isso não havia a exigência para deixar área institucional ao poder público. O caso inclusive é investigado por uma CPI instaurada na Câmara Municipal, onde o presidente Aprígio deve depor nesta semana.

Recentemente na Câmara, ele tratou da avenida durante um evento do vereador Professor Moreira (PSD) onde disse que doou, e depois corrigiu, afirmando que o local foi desapropriado pela Prefeitura, na antiga gestão.

“Eu construí duas avenidas. A que margeia a BR e a que sobe para o Maria Rosa [Avenida Vida Nova]. Comprei [a cooperativa] o terreno, fiz guia, sarjeta, luz, asfalto, água, esgoto, arborização, sinalização. Tudo pronto as duas e doei… não… foi desapropriado pela Prefeitura e colocou o trânsito para rodar. Elas eram ruas particulares. Eu iria por um portão na entrada”, justifica Aprígio.

A CONFUSÃO

Parte da confusão de um suposto fechamento da avenida ocorre porque na ação, o Jurídico da Prefeitura pede a anulação do decreto [82/2008] que desapropriou a via porque ele seria “nulo e viciado na sua forma, já que ocorreu a lesão aos princípios da moralidade administrativa”. Porém, os advogados da Prefeitura garantem que a anulação do decreto não culmina coma obrigatoriedade de fechamento da via pela cooperativa.

2 Responses

  1. Belo disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk PIADA…COM UMA FACULDADE..E UMA PADARIA…COMO É QUE FECHA UMA AVENIDA DESTA?

  2. Doraci disse:

    seria ridículo fechar uma avenida que que melhorou a vida dos moradores daquela região, esse prefeito deveria fazer um projeto para melhorar o transito e não para complicá-lo ainda mais, é uma vergonha sair de manhã e o transito já começar dentro do condomínio, já passou da hora do prefeito Fernando Fernandes fazer um anel viário para desafogar o transito do centro do Taboão da Serra.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online