Home » Sociedade, Todas as notícias » Atendendo só perícias, contribuintes têm que remarcar idas ao INSS devido a greve

Atendendo só perícias, contribuintes têm que remarcar idas ao INSS devido a greve

Por Gilmar Júnior, no Jardim Helena

“Bom dia senhora. É perícia? Não? Infelizmente a senhora vai ter que ligar no 135 e remarcar a visita”, informa um dos seguranças na entrada da agência do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Essa frase que o Taboão em Foco presenciou na manhã de quinta-feira (29 de julho) é comumente repetida mais de 200 vezes por dia, desde o dia 7 de julho, data em que parte dos funcionários ligados a Fenasps (Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social) decidiram reivindicar melhores condições de trabalho.

Faixa na frente do INSS Taboão avisa que agência está em greve.

Faixa na frente do INSS Taboão avisa que agência está em greve.

Apenas médicos, porteiros, poucos funcionários do administrativo e o gerente da agência estavam trabalhando no dia em que a reportagem visitou o local. Segundo o gerente, Leandro Prado, na agência trabalham 24 pessoas, sendo que 12 aderiram a greve. Por dia, o local presta atendimento para 300 pessoas, sendo que, no mínimo, 60 são para realização de perícia. “Em geral, as pessoas vêm aqui são para dar entrada nos auxílios de pensão, auxílio-reclusão, pedido de isenção de IPTU (Imposto Predial e. Territorial Urbano), consulta do extrato do CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) entre outras coisas”, relata Prado que afirma que diariamente acontecem negociações entre o sindicato dos trabalhadores e o INSS.

Com um agendamento feito há três meses para dar entrada em sua aposentadoria, Maria José da Silva deu sua opinião sobre a greve. “Acho que a greve é culpa do governo. Mas só Deus sabe o que vai acontecer. É uma porcaria”, conta após receber a notícia que vai ter que remarcar o procedimento novamente.

“É problema para todo mundo. Mas era para o governo entrar em acordo antes de parar. No fim fica assim, atrapalha quem trabalha e atrapalha que precisa usar o serviço”, explica seu ponto de vista, Adelino Pereira, morador de Taboão da Serra, de 59 anos, que tenta entrar com o pedido de aposentadoria.

A pauta de reivindicação da Fenasps indica a pedida por “reajuste salarial de acordo com a inflação, incorporação das gratificações, plano de cargos e carreiras, 30 horas de trabalho para todos os servidores, concurso público para repor o quadro funcional, fim do assédio moral, contra as terceirizações e isonomia salarial e paridade entre ativos e aposentados”, conforme reproduzia um dos cartazes exposta na agência.

INSS de Taboão

Agência do INSS de Taboão da Serra

Em comunicado em seu site oficial, o INSS informa diariamente a atualização sobre a greve. Confira a atualização do dia 30 em questão.

1) O INSS tem empreendido todos os esforços no sentido de orientar as unidades e a Central de Teleatendimento 135 no que se refere às providências de reagendamento para os segurados que não estão sendo atendidos devido ao movimento de paralisação dos servidores. Esse reagendamento, de modo geral, pode ser realizado pelo telefone. Em alguns casos específicos, entretanto, a remarcação vai depender da ação da Agência da Previdência Social. Esses segurados, cuja remarcação não puder ser realizada pela Central 135, deverão retornar às unidades após o fim da greve, para reagendar o atendimento.

2) Importante salientar que o INSS considerará a data originalmente agendada como a data de entrada do requerimento, para se evitar qualquer prejuízo financeiro nos benefícios dos segurados.

3) A Central de Atendimento 135 está à disposição para informar quais as Agências onde não há atendimento em virtude da paralisação e para orientar os cidadãos. A informação sobre a situação de atendimento das unidades é atualizada diariamente junto aos seus operadores.

4) O Ministério da Previdência Social e o INSS têm baseado sua relação com os servidores no respeito, no diálogo e na compreensão da importância do papel da categoria no reconhecimento dos direitos da clientela previdenciária e, por isso, mantém as portas abertas às suas entidades representativas para a construção de uma solução que contemple os interesses de todos.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online