Home » Política, Todas as notícias » Câmara de Taboão aprova, em primeira votação, alterações do Plano Diretor

Câmara de Taboão aprova, em primeira votação, alterações do Plano Diretor

Por Gilmar Júnior, no Jardim Helena*

Por unanimidade e pressionados pelos militantes do MST (Movimentos dos Sem Terra) que compareceram a sessão da última terça-feira (5) na Câmara, os vereadores aprovaram, durante a primeira votação, as alterações do Plano Diretor, discutidas na última quinta-feira (30) e também na própria terça, antes da sessão. Lideranças de outros movimentos de moradia também comemoraram a votação e garantiram que vão fiscalizar as mudanças até que o texto final conste a retirada de dois artigos específicos,

Vereadores e representantes de movimentos sociais discutem os pontos de alterações no plano diretor.

Vereadores e representantes de movimentos sociais discutem os pontos de alterações no plano diretor.

Um sobre a construção de moradias populares restritas a ZEIS (Zonas Especiais de Interesse Social), inviabilizando as ZMs (Zona Mista) e a outro, acerca da obrigatoriedade da construção de uma garagem para cada moradia, o que poderia, segundo os movimentos, reduzir a quantidade de apartamentos pela metade.

Líder do MST Taboão da Serra, Paulo Félix enaltece as alterações do Plano Diretor. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

Líder do MST Taboão da Serra, Paulo Félix enaltece as alterações do Plano Diretor. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

Um dos mais aplaudidos e que mais festejou o resultado da votação, o ex-vereador Paulo Félix, que é o líder do MST, disse que a vitória é popular e elogiou o trabalho dos vereadores.

“Está na constituição que diz que todo o poder emana do povo. E hoje isso foi comprovado. Durante meus mandatos como vereador ouvi dizer que desse portãozinho para cá (que divide tribuna e plateia) se respira um ar diferente. Nós saímos daqui sabendo que (os vereadores) estão conosco”, discursou Félix.

Após ser discutida em várias oportunidades, foi feito o pedido de vistas de todo o expediente para agilizar os trâmites do pedido de urgência especial das mudanças do Plano Diretor.

Após a aprovação, também unânime das mudanças, foi feito o pedido e a leitura dos pareceres das Comissões de Finanças, Obras e Justiça e Redação. Após a sessão ficar interrompida por cerca de meia hora, o vereador Professor Moreira (PT) foi à tribuna e pediu calma e explicou aos militantes que entoavam cânticos e gritos do Movimento que o assunto demandava um melhor detalhamento.

Após os pareceres, foi a vez da aprovação do texto com as emendas apresentadas pelos vereadores. “As emendas colocadas pela oposição e situação vão se transformar em três emendas. Na próxima sessão faremos a votação”, afirmou o líder do governo na Câmara, Eduardo Nóbrega (PR).

O projeto também altera o zoneamento de outras áreas, especialmente na região central, onde ficam os terrenos da antiga Niasi e da Sorana Sul.

COMEMORAÇÃO

Ao final dos trabalhos, a líder da Associação Habitacional Bem Viver, Terezinha Januário se mostrou feliz com o saldo da primeira votação. “Eu creio que é um grande avanço para nós. Espero que na próxima votação seja aprovado novamente”, disse.

* alterada no dia 13 de maio de 2015 para correção do nome do repórter

One Response

  1. Karlo disse:

    Exitem pessoas que trabalham de sol a sol por muitos anos, para comprar um terreno e construir uma casinha, tem pessoas que ganham casas pagando quase nada por mês apenas apenas desfilando com uma bandeira. não entendo…

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online