Home » Política, Todas as notícias » Câmara de Taboão aprova quatro projetos e rejeita mais um pedido de afastamento do prefeito

Câmara de Taboão aprova quatro projetos e rejeita mais um pedido de afastamento do prefeito

Por Gilmar Júnior, no Jardim Helena

Em meio a discussão que envolveu a denúncia da TV Record acerca de uma suposta reutilização de seringas na Unidade de Pronto Atendimento Akira Tada, a sessão finalizada na tarde desta terça-feira (18) rejeitou mais uma denúncia de pedido de afastamento do prefeito Fernando Fernandes (PSDB) feita pelo presidente do PC do B, Toninho. Ao final da sessão, os vereadores aprovaram quatro projetos de lei, uma para benefício do idoso, outro para o incentivo a leitura, um na área da saúde e outro acerca de um título de cidadão.

Vereadores de Taboão da Serra durante sessão que aprovou quatro projetos e rejeitou pedido de afastamento do prefeito. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

Vereadores de Taboão da Serra durante sessão que aprovou quatro projetos e rejeitou pedido de afastamento do prefeito. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

O início da sessão na Câmara foi pautado, mais uma vez, em uma nova denúncia apresentada pelo presidente do PC do B em Taboão da Serra, Toninho. Nesta oportunidade, o caso se deu a respeito de uma denúncia sobre uma suposta ocorrência de Caixa 2 na área da saúde.

 

Para o vereador Professor Moreira (PT), as denúncias deveriam ser aceitas. “Não estamos aqui para causar um caos maior do que gente já presencia por meio das queixas da população. Estamos aqui para tentar entender o que está acontecendo com a saúde da nossa cidade. Todas as denúncias que chegam para nós temos que nos deparar. E a medida que elas vão se avolumando significa que o sinal amarelo foi acesso lá atrás e que o sinal vermelho está começando a aparecer”, explica.

Já o líder do governo na Câmara Eduardo Nóbrega (PR) rebateu. “Que façamos um pacto pela saúde. Toninho do PC do B, você que está aqui hoje. Qualquer dúvida ou denúncia que tiver apresente, mas apresente para a Comissão de Saúde. Não peça o impeachment do prefeito. Porque isso dá impressão que a oposição não está querendo contribuir. Dá a impressão que essa oposição quer fazer política”, disse.

Já ao final da sessão quatro projetos de lei foram aprovados por unanimidade em votação em bloco. O primeiro apresentado foi o 038/2015 de autoria da vereadora Erica Franquini (PSDB), que determina que o idoso tenha atendimento preferencial no serviço de saúde ambulatorial, nas consultas de clinica médica e especialidades, exames laboratoriais, exames de imagem e procedimentos médicos da rede municipal.  Além disso, segundo consta no projeto, os procedimentos devem ser realizados no prazo máximo de 20 (vinte) dias quando o paciente tiver idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos.

O projeto 021/2014, de autoria do vereador Ronaldo Onishi (SD) institui o Programa de Incentivo à Leitura em Taboão da Serra. Para isso, haverá ações de aproximação dos munícipes com obras literárias. O projeto de Lei de número 002/2015, de autoria do vereador Eduardo Nóbrega (PR), cria no calendário oficial de eventos do Município, o dia da conscientização da hipercolesterolemia familiar (HF), no dia 26 de setembro. O quarto e último projeto de lei, de número 012/2015, tem como autor o vereador Marcos Paulo (PROS), e concede o título de cidadão taboanense ao pastor José Wellington Costa Junior.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online