Home » Política, Todas as notícias » Câmara de Taboão aprova requerimento cobrando informações sobre proposta de fechamento de escola escola

Câmara de Taboão aprova requerimento cobrando informações sobre proposta de fechamento de escola escola

Por Gilmar Júnior, da redação

A discussão que tomou conta da primeira parte da sessão desta terça-feira (6) na Câmara dos Vereadores de Taboão da Serra ocorria no mesmo momento em que estudantes de escolas públicas que estão envolvidas em uma polêmica de uma suposta reorganização das escolas estaduais, que fecharia algumas unidades de ensino em Taboão da Serra, protestavam por melhorias.

Joice Silva quer mais explicações do Estado sobre a reorganização escolar. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

Joice Silva quer mais explicações do Estado sobre a reorganização escolar. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

A vereadora Joice Silva (PTB) trouxe a discussão um pedido de requerimento solicitando informações junto a Secretaria de Educação do Governo estadual acerca do possível fechamento da Escola Estadual Alípio de Oliveira e Silva no Jardim Santa Rosa. Em seu discurso, a vereadora criticou o cenário de fechamento de escolas estaduais, que por sua vez, são controladas pelo governo do Estado de São Paulo, que tem como principal mandatário o governador Geraldo Alckmin do PSDB.

Na sequência, o vereador André Egydio (PSDB) endossou o discurso da vereadora companheira de base governista e pediu que o requerimento ainda tivesse mais informações sobre a escola Reynaldo Falleiros, que supostamente integraria uma lista de escolas que estaria na mira do fechamento.

“Fechar um colégio já é preocupante e dois, nem se fala. Gostaria de saber mais informações sobre essa reorganização da Secretaria de Educação Estadual. Eu sou contra. Apesar de ser do PSDB, eu sou contra”, declarou o vereador.

Ao ouvir os discursos dos vereadores da base, o vereador Luiz Lune (PC do B) subiu a tribuna logo depois do discurso do vereador do PSDB e não poupou críticas a administração municipal.

“Joice, não entendo o motivo da gritaria hoje. Nossa cidade infelizmente é administrada pelo PSDB, nossa secretária estadual, Analice Fernandes é do PSDB, nosso governador é do PSDB. Se estamos amparados por eles, por que temos essa gritaria hoje? Se não se pode fazer política com a saúde, também não pode ser feita com a educação”, ironizou. Porém, ele repudiou o fechamento de escolas na região.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online