Home » Política, Todas as notícias » Câmara de Taboão questiona legalidade dos dois aumentos da tarifa de ônibus em 2012

Câmara de Taboão questiona legalidade dos dois aumentos da tarifa de ônibus em 2012

Da Assessoria de Imprensa da Câmara*

Na manhã desta terça-feira, dia 15, a Comissão Permanente de Transporte Público da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou uma audiência pública para debater o aumento da tarifa do transporte público, autorizada pelo ex-prefeito Evilásio Farias, no dia 23 de dezembro. Outro assunto abordado foi a proibição do transporte complementar, realizado pelos perueiros.

Câmara de Taboão da Serra discute valor da tarifa de ônibus e a situação do transporte alternativo. (Foto: Divulgação / CMTS)

Após a audiência, os vereadores marcaram uma reunião com o secretário de transporte público, Rinaldo Tacolla, para ter acesso ao contrato com a viação Pirajuçara, que detém a concessão de exploração do transporte público na cidade. Os vereadores querem saber se é legal dois aumentos na tarifa no mesmo ano.

Para o vereador Carlinhos do Leme, presidente da Comissão, existe uma ilegalidade no último aumento da tarifa dos ônibus circulares. “O Evilásio já tinha dado um aumento no dia 1º de janeiro de 2012 e depois deu um novo aumento no dia 23 de dezembro. Entendo que aí já existe uma ilegalidade, mas não quero ser leviano, quero ver o contrato para saber o que está previsto”.

Já a vereadora Joice Silva afirmou que a audiência foi muito produtiva. “Decidimos marcar essa reunião com o novo secretário de transportes da cidade, mas queremos também ter acesso as planilhas que a Pirajuçara disse ter entregue para justificar o aumento. Entendemos que o valor é muito alto para uma cidade pequena como a nossa”, lembrou.

Segundo o vereador Cido, presidente da Comissão de Finanças, o aumento é abusivo. “Taboão da Serra não tem como ter a tarifa mais cara do Brasil, não temos qualidade no serviço prestado e os itinerários são curtos. Uma pessoa que vai do Pirajuçara ao Shopping, por exemplo, não pode pagar R$ 3,30”.

Participaram da reunião os vereadores Carlinhos do Leme, Joice Silva, Eduardo Nóbrega, Luiz Lune, Cido, Érica da Enfermagem, André Egydio, Ronaldo Onishi, Eduardo Lopes e Professor Moreira

PERUEIROS

Os motoristas de vans, conhecidos como perueiros, também participaram da audiência e reivindicaram voltar a circular nas linhas que a Pirajuçara havia afirmado não ter interesse, no início de 2012. Os vereadores querem ter acesso ao contrato com a Pirajuçara para saber se existe a possibilidade de legalização do transporte complementar.

*título de autoria do site

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online