Home » Política, Todas as notícias » Câmara não aceita pedido de abertura de processo de impeachment contra prefeito protocolado por oposicionista

Câmara não aceita pedido de abertura de processo de impeachment contra prefeito protocolado por oposicionista

Por Allan dos Reis, no Jardim Helena

A Câmara de Taboão da Serra não aceitou o pedido de abertura do processo de impeachment contra o prefeito Fernando Fernandes (PSBD) protocolado pelo presidente do PC do B, Antonio Gomes de Andrade, conhecido como Toninho, que acusa o mandatário de ato de improbidade administrativa porque o advogado e secretário de segurança Gerson Brito assinou uma petição em sua defesa em um processo.

Prefeito de Taboão, Fernando Fernandes, o ex-ministro dos Esportes, Aldo Rebelo e o presidente do PC do B em Taboão, Toninho, que entrou com um pedido de impeachment. (Foto: Arquivo)

Prefeito de Taboão, Fernando Fernandes, o ex-ministro dos Esportes, Aldo Rebelo e o presidente do PC do B em Taboão, Toninho [vermelho], que entrou com um pedido de impeachment. (Foto: Arquivo)

Os argumentos justificando a abertura do processo foram lidos pelo vereador Luiz Lune (PC do B) que justificou que o secretário não poderia defender o prefeito, já que exerce função pública. “[…] O fato é que continuar a advogar, e os fatos judiciais são praticados durante o dia, ambos estariam, em tese, advogando no período em que recebem os seus salários da Prefeitura. […] O Fernando Fernandes Filho, no exercício de suas funções, apropriou-se dos serviços de advogado do seu secretário para trabalhar em processo particular”, diz parte da acusação.

A defesa do prefeito foi realizada pelo presidente da comissão de Justiça e Redação, Marcos Paulo (Pros) que apresentou parecer contrário a aceitação do pedido de abertura do processo de impeachment. “[…] A ludita ação proposta em favor do prefeito municipal, proposta pelo secretário municipal, não representa lucupetação de serviços públicos em benefício próprio. Pelo contrário, trata-se de uma defesa institucional de sua imagem do chefe do executivo conforme visto nos autos […] proposta em sua rede social facebook, visa extirpar um perfil falso, que entra em constantes debates com os munícipes com intuito de denegrir a reputação perante a população”, rebateu.

Vereados Luiz Lune e Marcos Paulo opinam de forma distinta a respeito do pedido de abertura do processo de impeachment do prefeito Fernando Fernandes.

Vereados Luiz Lune e Marcos Paulo opinam de forma distinta a respeito do pedido de abertura do processo de impeachment do prefeito Fernando Fernandes.

Apresentadas as versões distintas, políticos da base governista e oposicionistas travaram um duelo de discursos na tribuna. Por fim, os 10 vereadores da base votaram contra a aceitação da denúncia. Pela aceitação, votaram os vereadores Luiz Lune, Luzia Aprígio (PSB) e Professor Moreira (PT).

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online