Home » Todas as notícias » Câmara segue parecer do TCE e aprova contas de 2014 da Prefeitura de Taboão

Câmara segue parecer do TCE e aprova contas de 2014 da Prefeitura de Taboão

Por Allan dos Reis, na Redação

Os vereadores de Taboão da Serra seguiram o parecer do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e aprovaram na tarde desta terça-feira (9) as contas de 2014 da Prefeitura Municipal, segundo ano da gestão Fernando Fernandes (PSDB). Apenas dois parlamentares optaram por ignorar a análise do TCE e votar pela reprovação.

“Todo agente político fica ansioso pelo julgamento de suas contas pelo Tribunal de Contas. E quando o parecer é favorável, nos dá a certeza de que fizemos a ações corretas, cumprimos a legislação e atingimos a finalidade pela qual fomos eleitos. Evidente que qualquer situação que possa gerar uma dúvida, o Tribunal faz apartado para melhor análise. Os pontos fundamentais estão trazidos no parecer”, diz o vereador Eduardo Nóbrega (PSDB), que citou os investimentos em saúde e educação.

Com 10 votos favoráveis, Câmara mantém parecer favorável do TCE, que aprovou as contas de 2014 da Prefeitura de Taboão da Serra.

Oposicionista, o vereador Professor Moreira (PSD) fez uma série de críticas para justificar o seu voto contrário, que vai de encontro com a análise do TCE-SP.

“É importante deixar claro que o Ministério Público de Contas apontou uma série de irregularidades, dentre elas, a contratação de uma série de livres nomeados sem estar no Portal da Transparência, […] é importante falar que o remanejamento, MP ‘deu pau’ nos 30% e está em apartados, os gastos elencados com a saúde são altos demais para a saúde pública de péssima qualidade. Não dá para entender porque se gasta tanto e tão mal. […] Só mandaram a parte boa das contas. A parte não aceitável está lá. Alguém sentou em cima”, acusou Moreira.

O outro vereador que contrariou o Tribunal foi o – ainda tucano – André Egydio, que pediu para ser expulso do PSDB. Em 2014, ele ainda pertencia à base governista e – com raras exceções, apontava problemas na gestão Fernando Fernandes. Ela passou a ser oposição ao integrar o chamado BIH (Bloco Independente e Harmônico), que foi criado próximo das eleições do ano passado.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentario

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online