Home » Política, Todas as notícias » Chico anuncia 6 creches e 4 UBS e promete ‘ousar ainda mais’ no 2º mandato

Chico anuncia 6 creches e 4 UBS e promete ‘ousar ainda mais’ no 2º mandato

Adilson Oliveira, no Centro de Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Chico Brito, disse que no novo governo vai “dar continuidade” às obras não concluídas, construir novas creches e unidades de saúde e ampliar a recuperação das vias da cidade. “É ousar ainda mais no meu segundo mandato e quarto do PT no município. Quem tiver a ilusão de que iremos nos acomodar pode tirar o cavalinho da chuva. Vamos acelerar ainda mais, aprendemos fazer, sabemos como fazer.”

Reeleito neste domingo, dia 7, Chico tinha perspectiva de obter entre 70% e 75% da votação válida ou entre 95 mil e 105 mil votos, 25 mil a 30 mil a mais que na eleição passada. Porém, teve 65,85% ou 80.541 votos válidos – só pouco mais dos 72.723 (59,57%) obtidos em 2008. Ele esperava que a coligação teria o maior número de vereadores vitoriosos. Dos 15 eleitos, dois – entre eles Ney Santos (PSC), o mais votado – conseguiram o feito na oposição.

Chico disse que a candidatura do PSDB representava “o atraso” na cidade e a do Professor Toninho (PSOL) tinha “camuflagem de esquerda” por se aliar aos tucanos e a “pseudoambientalistas só preocupados com seus condomínios” na área do futuro “corredor empresarial”. Toninho disse que “é bom que pense assim, não fique indiferente a nós”. Geraldinho não foi localizado. A entrevista foi dada ao TF uma hora antes do fim da votação.

[+]

FAVORITISMO
Chico Brito – O povo de Embu entendeu qual é a nossa proposta, reconheceu o nosso trabalho. O resultado da urna será a avaliação do nosso trabalho, o povo não vota em governo mal avaliado, em governo que não tenha trabalhado por ele. O resultado desta eleição em Embu das Artes é um trabalho realizado nos 12 anos que o PT governa a cidade, particularmente nesses 3 anos e dez meses, porque é o mandato do PT, mas é o meu trabalho que está sendo avaliado na cidade.

Diante de painel com imagens da convenção que o confirmou candidato da coligação "Para fazer ainda mais", Chico faz gesto da vitória no comitê no centro de Embu das Artes

ADVERSÁRIOS
Chico  – Cada uma das três candidaturas [a prefeito] representava um tipo de proposta. A do PSDB representava o atraso na nossa cidade. Representava o discurso vazio, a calúnia, a difamação, não apresentou proposta. Eles tiveram dificuldade durante o processo de escolha da própria candidatura, trocaram de candidato três vezes – primeiro, o [empresário] Haroldo [Marchetti], depois [o engenheiro] Cláudio Dias, e por último Geraldinho Lima. Isso demonstra a desorganização do PSDB aqui perante uma eleição tão importante como a nossa, uma cidade com 178 mil eleitores, quase 250 mil habitantes. Tendo o governo do Estado, o maior do nosso país, o PSDB, em uma cidade de expressão política como a nossa ficou, com indefinição política. Eles vão pagar o preço da desorganização e da falta de proposta. A outra, do PSOL, é uma candidatura indefinida, não tem posicionamento, tem só uma camuflagem de esquerda. Em vários momentos, eles se aliaram ao PSDB na disputa eleitoral. No episódio do [processo de revisão do] Plano Diretor, isso ficou muito claro, o Professor Toninho se aliou ao PSDB para defender interesses de pseudoambientalistas só preocupados em seus condomínios [na região em que foi aprovado implantar corredor empresarial], não interessados que a cidade gere empregos e renda para a população e receita para o município. Quando falam do campo do [Jardim] São Marcos [denúncia de crime ambiental], eu decretei de utilidade pública a área da [empresa] Savoy, que não pagou imposto, para no terreno construir o Parque da Juventude. É uma candidatura sem expressão nenhuma.

ALIANÇA
Chico – No primeiro mandato, fiz uma reforma administrativa, criei a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, que foi importante no processo de elaboração de projetos, o que me garantiu a captação de muito recurso no governo do Estado e, principalmente, no governo federal. Foi uma reforma importante, criamos também a Secretaria de Cultura, a de Esporte, a de Comunicação. E ampliamos o leque de alianças, neste meu mandato foi maior que no primeiro e no segundo mandato do Geraldo [Cruz]. No quarto mandato [do PT] e segundo [meu], também será amplo, vários partidos se somaram, são 18 na nossa base de aliança, nessa coligação vitoriosa. Temos o maior número de candidatos e com certeza teremos o maior número de vereadores eleitos na Câmara Municipal. Eu vou continuar tendo um bom relacionamento com a Câmara, tanto com vereadores da nossa coligação como da oposição caso sejam eleitos, com fiz – o Arthur da Ressaca e o Zé Carlos Proença são do PSDB, e durante todo o meu mandato mantive um excelente relacionamento com os dois, da oposição.

SECRETARIAS
Chico – Vou fazer uma avaliação do trabalho de todas as secretarias, para saber se mantenho todas, se junto. Não tenho em mente a criação de nenhuma. Se eu fizer alguma reforma administrativa, será no sentido de aglutinar algumas secretarias, mas quero primeiro ter certeza nessa avaliação que farei até o fim do ano.

Após votar, Chico chega a comitê para falar com TF sobre a reeleição e ações no segundo mandato, de 2013-16

CONTINUIDADE
Chico – Vou dar continuidade às obras que ainda não concluí, como o terceiro pronto-socorro [UPA] da cidade [no Jardim Dom José], a Praça da Juventude, no São Marcos, a creche do Santo Eduardo, a própria rodoviária [na região central] que quero inaugurar até o final deste ano. E ampliar o programa de recapeamento, [fazer] asfalto novo na [avenida] João Paulo [1º], [ruas] Babilônia, Americanópolis, Indianópolis, Xavantes, [avenidas Dr.] Jorge Balduzzi, Cesário Camargo de Oliveira e Hélio Ossamu Daikuara – já fizemos a Keiichi Matsumoto. Até o fim do ano concluo recapeamento de todas as avenidas da cidade, para que no próximo mandato possa priorizar o asfalto nos bairros, que está muito precário. Vou buscar recursos para fazer recapeamento nos bairros.

CRECHE
Chico – Já temos mais seis creches programadas para realizar no próximo mandato, três já licitadas, no Capuava, Valo Verde e Santa Emília, e as outras três para as quais estamos fazendo estudo de demanda para ver qual local mais necessita. Mas quatro já estão encaminhadas, com a que está em construção no Santo Eduardo.

SAÚDE
Chico – Faremos quatro novos postos de saúde, um no [Jardim] Ângela, para atender Ângela, [Jardim] Batista e Santa Rita, já compramos o terreno neste mandato. Faremos posto novo no Santa Emília, o que tem lá está muito precário, não comporta reforma – queremos fazer no nível da rua, hoje é numa baixada, dificulta muito o acesso da população. E faremos também o posto de saúde no São Luís, no terreno em frente ao atual, que é um prédio alugado e inadequado. Vamos continuar implantando academias públicas de ginástica com playground, área de lazer com iluminação moderna, de luz branca.

‘OUSAR’
Chico – Ou seja, é ousar ainda mais neste meu segundo mandato e quarto do PT na cidade. Quem tiver a ilusão de que iremos nos acomodar pode tirar o cavalinho da chuva que vamos acelerar ainda mais, aprendemos fazer, sabemos como fazer, sabemos onde ainda precisa ser feito, e sabemos nos relacionar politicamente tanto com o governo do Estado como com o governo federal para buscar recursos para o nosso povo.

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online