Home » Sociedade, Todas as notícias » Ciclistas exigem a reativação da ciclovia de Taboão e cobram que SP construa via na Eliseu de Almeida

Ciclistas exigem a reativação da ciclovia de Taboão e cobram que SP construa via na Eliseu de Almeida

Por Williana Lascaleia, no Parque Assunção

Ciclistas de Taboão da Serra, Butantã e da região fizeram uma manifestação nesta quinta-feira, dia 29, em prol da reativação da ciclovia no município que existia até o mês de fevereiro deste ano. Eles cobram também que a prefeitura de São Paulo cria a via destina a bicicletas na Avenida Eliseu de Almeida. Por isso, o grupo com cerca de 60 pessoas protestaram na porta da subprefeitura do Butantã, que fica a poucos metros da futura estação do metrô Vila Sônia.

GCM impede que ciclistas manifestem em frente a casa do prefeito de Taboão da Serra

GCM impede que ciclistas manifestem em frente a casa do prefeito de Taboão da Serra

Os manifestantes queriam entregar uma pauta de reivindicações ao prefeito Fernando Fernandes, mas foram impedidos pela GCM e pela PM. Houve bate-boca e discussão entre as partes. As autoridades utilizaram gás de pimenta para evitar que eles fossem até a porta do prefeito.

Questionados sobre o porquê de a manifestação iniciar em um município e terminar em outro, os ciclistas alegam que os moradores de Taboão para irem até Pinheiros, por exemplo, passam pela Eliseu de Almeida, e quem vem de São Paulo para Taboão tem que usar a ciclovia da cidade que está desativada, assim resolveu se unir para conseguirem juntos solucionar o caso.

“Resolvemos trabalhar em conjunto, os dois municípios [São Paulo e Taboão], porque mobilidade urbana deve ser tratada de forma única”, afirma Álvaro Teixeira, um dos manifestantes.

O Secretário de Segurança Gerson Brito e o Capitão Marcelo, da PM, se comprometeram a pedir ao prefeito uma reunião, mas os próprios manifestantes não quiseram e prometem voltar a manifestar na Câmara dos Vereadores, na próxima terça-feira (3).

O evento foi organizado pelo Coletivo Ideia Nossa e pelo Ciclocidade, com apoio do Movimento Juntos.

Ghost Bike

Durante o trajeto os manifestantes foram até a Rodovia Raposo Tavares para colocar uma ghost bike em homenagem ao ciclista José Aridelson de Lima, 37 anos, que morreu no último domingo, dia 25, após ser atropelado em uma rua próxima ao km 13 da rodovia.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online