Home » Esporte, Cultura e Lazer, Todas as notícias » Com público menor, Paixão de Cristo chega a 59ª edição em Taboão e, com novas cenas, emociona mais uma vez

Com público menor, Paixão de Cristo chega a 59ª edição em Taboão e, com novas cenas, emociona mais uma vez

Por Allan dos Reis, no Parque Assunção e Santa Luzia

Os moradores de Taboão da Serra e da região puderam acompanhar a 59ª edição da “Encenação da Paixão de Cristo” apresentado na noite desta sexta-feira, dia 3. Apesar da bela apresentação, o público – cerca de 10 mil – foi muito abaixo do ano anterior. O espetáculo foi dividido em dois atos. O primeiro, em frente ao Parque das Hortênsias, e o segundo no Morro do Cristo, quase na divisa com São Paulo. A peça é realizada entre a Secretaria de Cultura e o Santuário Santa Terezinha.

Jesus de Nazaré carrega a cruz em uma das cenas em Taboão da Serra.

Jesus de Nazaré carrega a cruz em uma das cenas em Taboão da Serra.

O enredo da história é conhecido por grande parte dos espectadores já que narra a história de Jesus de Nazaré – interpretada pelo ator Clayton Novaes pelo terceiro ano consecutivo – do seu nascimento, da pregação, de como foi traído por Judas Iscariotes por 30 moedas de ouro. Condenado a morte em uma cruz, Jesus é torturado por mais de 1km com cenas que impressionam os peregrinos.

Novaes conta à emoção de interpretar o papel principal da encenação. “Fazer o papel de Cristo a gente não tem nem palavras para explicar. Na preparação a gente tenta fazer a mesma coisa, mas as pessoas que vão chegando e somando, e trazendo novas idéias. Vocês viram que esse ano teve um monte de cenas novas, colocamos a cena de ressurreição de Lázaro e mudamos a cenas do Judas. É maravilhoso estar com esse povo”, comemorou.

Publico acompanha mais uma edição da Encenação da Paixão de Cristo de Taboão da Serra

Publico acompanha mais uma edição da Encenação da Paixão de Cristo de Taboão da Serra

A moradora do Parque Laguna, Nilza Oliveira Nunes, adorou o espetáculo. “Essa paixão está muito bonita. Já tem uns 10 anos que eu venho assistir. Cada ano é mais lindo que o outro”, elogiou.

Durante as quase quatro horas de encenação, muitos fiéis se emocionavam com o realismo das cenas. Na peregrinação, as luzes dos flashes não paravam um instante. Todos desejavam registrar as cenas.

Quando Cristo chega na rua do Morro do Cristo, milhares de pessoas abrem um extenso corredor e, também, registram cada segundo com os seus celulares. Já na escadaria do Morro, um dos atores passou mal e foi socorrido às pressas por Bombeiros Civis, que auxiliaram o evento de forma voluntária. Ele foi levado pela GCM ao pronto socorro, mas um dos bombeiros informou que ele já estava bem.

Diretor Geral da peça, Amaral Alves destacou a união do grupo e a possibilidade de se apresentar em outras cidades. “Uma das coisas mais importantes foi a união deste grupo, que criou uma verdadeira família. Eu considero isso um sucesso. Foram quatro meses de ensaio, mas o elenco vem se preparando há mais de um ano. Essa família precisava ampliar os seus horizontes e isso já está acontecendo. Existe outras cidades que estão contactando para os espetáculos. No domingo [dia 5] estaremos na cidade de Cotia”, disse.

Depois de morto e crucificado, Jesus ressuscita e, de braços abertos, é enaltecido e aplaudido pelas pessoas que acompanharam a peça. Um grande queima de fogos encerrou mais uma edição da Encenação da Paixão de Cristo em Taboão da Serra.

SECRETÁRIO DE CULTURA E PRESIDENTE DA CÂMARA COMENTAM ENCENAÇÃO

Para o secretário de cultura Laércio Lopes, essa foi a melhor encenação que assistiu ao longo dos anos. Ele lamentou um público menor e anunciou a aprovação na Lei Rouanet. “Essa foi a melhor encenação que a gente já teve. Tanto os atores, muito bem treinados, o som, a iluminação. Quero agradecer a todos que colaboraram. A gente cada vez mais quer profissionalizar. Conseguimos aprovar na Lei Rouanet e estou tentando aprovar no Proac. Assim que a gente conseguir, vamos profissionalizar mais ainda e partir para outras cidades. Essa é a terceira maior do Estado de São Paulo. Achei que iria vir mais gente. Vamos tentar divulgar mais, mas foi a melhor encenação”, diz.

O presidente da Câmara, vereador Cido (DEM), enalteceu o papel dos atores no espetáculo. “Eu acho que é a quinta que eu venho de forma seguida e cada vez melhora mais com um elenco maravilhoso. As pessoas participam de forma ferverosa. Vejo que virou um marco na cidade e está no calendário. Não tem como mudar mais isso. O prefeito e o secretário tem dado todo apoio. Nós estamos falando de um evento que trata de uma questão mundial e tem um apelo muito grande, especialmente ao católico. Taboão da Serra representa uma das melhores apresentações da Paixão de Cristo no país”, comemorou.

Secretário de Cultura Laércio Lopes (de preto) e o presidente da Câmara Cido (de cinza) acompanham a peregrinação de Cristo pelas ruas de Taboão.

Secretário de Cultura Laércio Lopes (de preto) e o presidente da Câmara Cido (de cinza) acompanham a peregrinação de Cristo pelas ruas de Taboão.

O prefeito Fernando Fernandes (PSDB) e sua esposa e deputada estadual Analice Fernandes (PSDB) não acompanharam a edição deste ano. Pelas redes sociais, o prefeito informou que foi “levar um abraço” no governador Geraldo Alckmin, que perdeu o seu filho em um acidente aéreo. O filho do casal, Fábio Fernandes, que ocupa a secretaria de esportes, acompanhou apenas a primeira parte da apresentação.

One Response

  1. Clayton Novais disse:

    Boa noite. Gostaria de agradecer a reportagem e pedir algumas correções. o meu nome é Clayton Novais, representei o papel de Jesus e sou um dos diretores da Paixão juntamente com Amaral Alves. Quanto a aprovação da Lei Rouanet e Proac, os dois projetos foram aprovados, porém sairam muito proximo da encenação e não foi possível a captação dos recursos, mesmo tendo empresas interessadas pelo projeto. Esses projetos foram enviados pelo Grupo Família Paixão, grupo esse que não tem ligação com a Prefeitura, justamente no intuito de desonerar a Prefeitura de Taboão da Serra e de remunerar todo o elenco que participa atualmente de forma voluntária. Resumindo a Prefeitura não tem participação no projeto, apenas auxilia nos contatos com as empresas, pois o evento ocorre na cidade e é um dos maiores do Estado de São Paulo.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online