Home » Sociedade, Todas as notícias » Com suspeita de dengue hemorrágica, jovem morre e família acusa UPA e HGP de negligencia em Taboão

Com suspeita de dengue hemorrágica, jovem morre e família acusa UPA e HGP de negligencia em Taboão

Por Allan dos Reis, com informações do Verbo Online e UOL

Com apenas 27 anos, Claudemir Alves morre com suspeita de Dengue Hemorrágica em Taboão; família reclama da falta de exames nos hospitais públicos. (Foto: Reprodução)

Com apenas 27 anos, Claudemir Alves morre com suspeita de Dengue Hemorrágica em Taboão; família reclama da falta de exames nos hospitais públicos. (Foto: Reprodução)

Um morador do Jardim Iracema morreu na segunda-feira, dia 27, no Hospital Geral do Pirajuçara com suspeitas de dengue hemorrágica. Claudemir Alves, de apenas 27 anos, chegou a ficar internado por três dias. Segundo informações do site Verbo Online, a rapaz esteve na UPA Akira Tada uma semana antes e, apesar dos sintomas, não foi submetido a exames específicos. O enterro aconteceu na manhã desta quarta (29) no Cemitério Vale dos Reis.

“Ele foi para lá [UPA] apresentando febre alta, dor de cabeça, perda de paladar, náuseas e moleza no corpo, sinais clássicos de dengue e, mesmo assim, não fizeram nenhum exame. […] Eles [médicos] simplesmente medicaram uma benzetacil, mais um soro com medicações que não sei o que era. Daí a febre baixou, e ele voltou para casa”, disse Fábio Alves, irmão da vítima.

Três dias depois, Alves voltou a passar mal e retornou a UPA. Com sangramento e pressão baixa, ele ficou internado na unidade antes de ser transferido ao HGP, local em que entrou em óbito.

Com suspeita de dengue, jovem de Taboão morre no HGP. (Foto: Reprodução)

Com suspeita de dengue, jovem de Taboão morre no HGP. (Foto: Reprodução)

Familiares vão pedir para que a Policia Civil investigue o caso e exigem que a UPA, de responsabilidade da Prefeitura de Taboão da Serra, e o HGP, de responsabilidade do Governo do Estado, sejam responsabilizados pela mortes. Os dois centros de saúde são geridos pela SPDM, organização social ligado.

Segundo o portal de notícias UOL, a SPDM diz que o exame de endoscopia não é realizado durante as 24h do dia e afirma que mesmo assim a vida do paciente não seria salva. “É preciso deixar claro que a endoscopia serve apenas para afastar outra causa de sangramento no estômago. Não iria salvar a vida de um doente com sangramento pela dengue”, disse a instituição, em nota.

4 Responses

  1. Alessandra Bitencourtt disse:

    E quanto ao celular, realmente as vezes pecamos no exagero, mas o celular também muitas vezes é nosso instrumento de trabalho para o seu conhecimento, duvido que você também não passa 24 horas grudada em um ou estou errada?

  2. Alessandra Bitencourtt disse:

    Vc não sabe o que fala Gabriela, não é o fato de que a saúde está passando por uma crise que o HGP seja uma perda.
    Você sabe o que é uma merda? Te explico: matéria fecal; excremento, fezes, acúmulo de lixo, de sujeira; imundícia, porcaria, sujidade, isso é uma merda.
    Trabalho lá, eu e todos os profissíonais que lá também trabalham dão um duro danado, se desdobram pra oferecer à vocês usuários e pacientes um bom atendimento apesar de tudo, só que tem pessoas que mesmo tendo um bom atendimento não está satisfeita, fazem reclamações indevidas sem se quer saber o que passamos pra dar conta do que é de nossas competências ,as outras são dos governantes.
    Então dá próxima vez ao falar mal de algo saiba primeiro o que significa merda.
    Busque conhecimentos primeiro ok.

  3. gabriela marques disse:

    realmente hgp está uma merda,As pessoas que trabalham lá só ficam no celular.Principalmente as pessoas da enfermagem.

  4. gabriela marques disse:

    realmente hgp está uma merda,As pessoas que trabalham lá só ficam no celular.Principalmente as pessoas da enfermagem.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online