Home » Todas as notícias » De partidos aliados de Temer, vereadores de Taboão repudiam proposta de reforma da previdência

De partidos aliados de Temer, vereadores de Taboão repudiam proposta de reforma da previdência

Por Allan dos Reis, no Jardim Helena

Por unanimidade, os vereadores de Taboão da Serra aprovaram nesta terça-feira (28) uma moção de repúdio contra a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo presidente Michel Temer (PMDB), que prevê, entre diversos pontos, aposentadoria integral apenas para quem tiver 49 anos de contribuição.

Todos os vereadores pertencem a partidos políticos, que são da base aliada do governo. São eles do PSDB, PTB, SD, DEM, PSD, PRB e PPS, esse último, aliás, é a sigla que pertence o deputado federal Arthur Maia, relator da proposta de emenda à Constituição.

Vereadores aprovaram requerimento com moção de repúdio contra proposta da Previdência do presidente Temer.

Vereadores aprovaram requerimento com moção de repúdio contra proposta da Previdência do presidente Temer.

“O requerimento mostra que os vereadores estão vendo com muita preocupação. A [reforma da] Previdência [Social] não foi discutida, no começo foi contada uma história que a Previdência está em déficit, mas ninguém mostra. […] A sociedade tem que perguntar por que você tem que contribuir 49 anos, sendo que a expectativa de vida, quando muito, se você se aposentar com 65 anos, você vai viver mais quantos anos?”, questiona Ronaldo Onishi, do Solidariedade.

Além do tempo de contribuição, a proposta – que deve ser votada em breve na Comissão de Justiça e Redação – aumenta a idade mínima em cinco anos para aposentadoria da mulher, igualando ao dos homens.

Como a resistência ao projeto tem forte rejeição da sociedade e aumenta na classe política, incluindo de aliados, o governo Temer ainda pode mudar alguns pontos importantes da proposta final.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online