Home » Política, Todas as notícias » Durante a votação, Aprígio evita Fernando, que troca elogios com Evilásio

Durante a votação, Aprígio evita Fernando, que troca elogios com Evilásio

Por Allan dos Reis, na região central

Os principais políticos de Taboão da Serra que votam na Escola Estadual Domingos Mignoni deixaram para votar no final da tarde e acabaram se encontrando durante a votação. O primeiro a chegar foi o candidato Aprígio com a esposa e vereadora Luzia. Minutos depois chegou o prefeito Fernando com a esposa e candidata Analice. E por fim, o ex-prefeito Evilásio Farias com a esposa Rosiane.

O ex-prefeito Evilásio Farias cumprimento o prefeito Fernando Fernandes durante votação em Taboão da Serra

O ex-prefeito Evilásio Farias cumprimento o prefeito Fernando Fernandes durante votação em Taboão da Serra

Nos corredores, Evilásio encontrou Fernando e se cumprimentaram. “Está magrão, bonito”, elogiou o atual prefeito, que havia votado. Eles trocaram mais algumas cordialidades e se despediram. “A nossa relação sempre foi cordial. Tanto eu quanto ele. Política é feita desta forma. Tem que ter cordialidade, embora você seja adversário político”, completou Fernandes durante a entrevista.

Adversários políticos nos últimos anos, Evilásio preferiu não fazer qualquer avaliação da atual administração. “Eu não faço avaliação. A melhor é a do povo [no dia da votação]. Fazer avaliação quem é correligionário ou adversário [político] é suspeito. E eu não tenho vivido muito o dia a dia de Taboão da Serra. [Só] Há dois ou três meses que tenho vindo para cá diariamente”, diz.

SEM CUMPRIMENTOS

Para quem ainda tinha dúvidas da relação entre Fernando e Aprígio, adversários nas eleições de 2012 e possivelmente em 2016, pode constatar que o clima é tenso. Enquanto Fernando concedia uma entrevista, Aprígio surgiu no corredor e passou pelo prefeito sem ao menos se cumprimentarem e ficou conversando com eleitores a poucos metros do mandatário. Em seguida, foi a vez de o prefeito passar por Aprígio e não cumprimentá-lo.

Aprígio, de costas a direita, acompanha a saída do prefeito Fernando, a quem não cumprimentou.

Aprígio, de costas a direita, acompanha a saída do prefeito Fernando, a quem não cumprimentou.

Questionado por que não cumprimento o prefeito, Aprígio desabafou. “A diferença por perseguição. Eu me sinto perseguido em Taboão da Serra e acho ele [Fernando] um perseguidor e não vou cumprimentar e beijar na mão se a pessoa quer me prejudicar”, diz, mas sem citar o motivo da perseguição.

Como o prefeito já havia ido embora, a reportagem não conseguiu questioná-lo a respeito da suposta perseguição. Vale ressaltar apenas que, até poucos meses, a vereadora Luzia, esposa de Aprígio, defendia o governo Fernando na Câmara.

One Response

  1. eu disse:

    Pergunta no setor de fiscalização de obras da prefeitura qual o motivo da discórdia que eles saberão responder.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online