Home » Política, Todas as notícias » Em assembleia, servidores votam por continuidade de greve e sindicato entra na Justiça por dissídio

Em assembleia, servidores votam por continuidade de greve e sindicato entra na Justiça por dissídio

Da redação do Taboão em Foco

Em nova assembleia realizada na manhã desta quarta-feira (17), os servidores grevistas da educação de Taboão da Serra decidiram manter a paralisação por tempo indeterminado. Eles reivindicam reajuste salarial e concessão de vale-transporte por parte da Prefeitura Municipal.

Greve de parte de servidores da educação continua após assembleia.

Greve de parte de servidores da educação continua após assembleia.

Como não houve acordo com o prefeito Fernando Fernandes (PSDB), que aceitava se reunir com os servidores desde que a greve fosse encerrada, o Siproem (Sindicato dos Professores das Escolas Públicas) decidiu judicializar o dissídio coletivo. Em tese, a decisão final agora está nas mãos da Justiça.

Enquanto isso, esses trabalhadores prometem manter a mobilização e caminhar por escolas para conversar com os pais de alunos e com outros servidores para que também aderam a greve.

Apesar da paralisação, que atingiu principalmente as ADEs, ADIs e Auxiliares de Classes, as escolas municipais continuam funcionando e recebendo os alunos em todos os períodos.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online