Home » Sociedade, Todas as notícias » Em audiência com elogios da oposição a gestão da saúde de Taboão, SPDM e secretária ‘correm’ da imprensa

Em audiência com elogios da oposição a gestão da saúde de Taboão, SPDM e secretária ‘correm’ da imprensa

Por Gilmar Junior, do Jardim Helena

Sob os olhares de profissionais da saúde e responsáveis por UBSs (Unidades Básicas de Saúde) de Taboão da Serra, que acompanharam a audiência pública da Saúde realizada nesta sexta-feira (14) na Câmara Municipal, a Comissão que trata da pasta, apresentou o balanço do primeiro quadrimestre de 2015. Apesar do superintendente da SPDM Jorge Salomão e a secretária da pasta de Saúde, Dra. Raquel Zaicaner estarem no local, ambos se recusaram a falar com a imprensa.

Câmara de Taboão da Serra realiza audiência pública da saúde. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

Câmara de Taboão da Serra realiza audiência pública da saúde. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS) 

A primeira parte da sessão, como de praxe, teve a secretária Raquel realizando a prestação de contas da pasta. De acordo com os dados apresentados foram investidos um total de 31,44% do orçamento municipal.

Mortes e falso médico são falados “por cima” sem maiores detalhes

Questionada pelos jornalistas a respeito de mortes e do caso do falso médico que trabalhou no município, revelado no último mês, a secretária não revelou maiores detalhes e falou que só se pronunciaria através da assessoria de comunicação. Já Salomão, quando se deparado com os seis jornalistas, não quis conversar com a imprensa e soltou a seguinte frase no momento que viu os jornalistas a postos com os gravadores nas mãos. “Vamos só tirar umas fotos, vai. Por que de repente vêm umas perguntas aí…”.

A secretária de saúde Raquel Zacainer e o superintendente da SPDM, que administra os hospitais de Taboão, Jorge Salomão correram da imprensa para evitar questionamentos. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

A secretária de saúde Raquel Zacainer e o superintendente da SPDM, que administra os hospitais de Taboão, Jorge Salomão, correram da imprensa para evitar questionamentos. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

Sendo assim, as informações obtidas pela reportagem se resumem ao que foi dito em tribuna.  Basicamente, os comentários de Raquel e Salomão se completaram e indicaram o CRM (Conselho Regional de Medicina) como um dos principais responsáveis pelo erro, assim como o falsário. Além disso, casos de possíveis maus atendimentos e erros médicos também foram falados. Um deles apresentado pelo vereador Professor Moreira (PT) que trouxe à tona o caso de uma mulher que utilizou o sistema de saúde taboanense e mesmo após várias idas ao médico e injeções de benzetacil não teve seu caso resolvido. Que posteriormente foi constatado um tumor intestinal.

“O médico responde pelos seus atos. Se ele erra ou acerta, exista um fórum de julgamento para medicina. Logicamente, precisamos identificar o que ocorreu e fazer uma sindicância do porquê dessa tomada de decisão”, disse Salomão. Segundo o médico, “o pior castigo para um médico é ir para o CRM, pois será julgado e avaliado por seus pares”.

Vereador de oposição adota discursa da base aliada

Vereador Lune, um dos que mais 'batem' na gestão da saúde em Taboão, preferiu tecer uma série de elogios a gestão da saúde durante audiência pública. (Foto: Arquivo)

Lune, que toda terça-feira pede investigação da gestão da saúde, preferiu tecer uma série de elogios a gestão da saúde durante audiência pública. (Foto: Arquivo)

Outro fato que chamou atenção, além das negativas em atender os jornalistas, foi o fato do crítico assíduo das investidas da base e vereador da oposição, Luiz Lune “ser só elogios” ao gerenciamento da saúde em Taboão, assunto que o vereador taboanense comumente critica em tribuna. “Gostaria de parabenizar a deputada Analice Fernandes pelos investimentos feitos na área da saúde[…] Taboão tem uma das melhores ‘saúde’ da região. Estamos no caminho certo e torço para que continue” , comentou o vereador que causou perplexidade a quem acompanhava a sua fala.

A fala de Lune foi elogiada pelos vereadores da base aliada, mas não deixou de ser questionada. “Hoje, por mais que eu busque um discurso que possa tocar no coração de alguém, não vou conseguir superar o insuperável vereador Luiz Lune. O discurso do Lune é irretocável. O vereador Luiz vem aqui durante as sessões e arrebente com a nossa saúde. Esse vereador Luiz Lune aqui não tem a coragem de repetir o que ele fala nas terças-feiras aqui”, esbravejou o vereador Eduardo Nóbrega (PR), líder de governo na Câmara.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online