Home » Sociedade, Todas as notícias » Em parceira com MP, Prefeitura de Taboão inicia cursos para ressocializar agressores de mulheres

Em parceira com MP, Prefeitura de Taboão inicia cursos para ressocializar agressores de mulheres

Por Charles Eliseu, da SeCom da PMTS

Dando continuidade às atividades relacionadas à Lei Maria da Penha, a Prefeitura de Taboão da Serra, em parceria com o Ministério Público de São Paulo está promovendo a 2ª edição do projeto “Tempo de Despertar”, que visa realizar um trabalho em rede com os autores de violência contra a mulher.

No último dia 11, iniciou-se o primeiro dos quatro encontros, que terão o apoio do Poder Judiciário, das Secretarias Municipais de Saúde, da Segurança Pública, de Assistência Social e de Desenvolvimento Econômico, além da Coordenadoria dos Direitos da Mulher.

Foto 01: Encontro aconteceu na sede da TaboãoPrev e marcou o início da 2ª edição do Projeto “Tempo de Despertar” (Foto:  Charles Eliseu / PMTS)

Foto 01: Encontro aconteceu na sede da TaboãoPrev e marcou o início da 2ª edição do Projeto “Tempo de Despertar” (Foto: Charles Eliseu / PMTS)

Estão participando 30 homens que respondem inquérito policial ou estão com processos em andamento. Não puderam ser incluídos aqueles que cometeram crimes sexuais, e estão com liberdade cerceada, sejam dependentes químicos com comprometimento, tenham transtornos psiquiátricos ou autores de crimes dolosos contra a vida. Vale lembrar que dos participantes da 1ª edição, não houve, até o momento, reincidência de agressões, o que é vem a valorizar ainda mais a iniciativa.

O grande objetivo do curso é o de auxiliar na inserção socioeconômica e no encaminhamento para tratamento de dependência de drogasse álcool ou acompanhamento psicológico e psiquiátrico, quando verificada a necessidade.

A secretária de Saúde, Dra. Raquel Zaicaner falou da importância da iniciativa. “Nós temos aqui o Poder Judiciário, o Ministério Público, aliado a Prefeitura, com o apoio do prefeito Fernando Fernandes, todos com o objetivo de trabalhar pela prevenção da não reincidência de agressões contra a mulher. Nossa secretaria coloca toda nossa estrutura, como por exemplo, do CAPS Álcool e Drogas, a disposição desse projeto”, disse.

A secretária de Assistência Social, Arlete Silva explicou que a capacitação dos participantes é fator primordial na recuperação. “A Prefeitura apoia essa ação, em parceria com o Ministério Público, pois ela é importante na conscientização no sentido de evitar que as agressões continuem a ocorrer contra as mulheres. A Assistência Social está apoiando com dois profissionais, sendo um psicólogo e um assistente social do CREAS, que é o Centro de Referência Especializado de Assistência Social”, falou.

Laura Fávero, secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, explicou o papel da pasta na iniciativa. “Hoje as secretarias trabalham em rede. Na segunda fase do Tempo de Despertar, nós vamos oferecer, através da Escola de Gastronomia, oportunidades de capacitação para agressores que estão participando do curso”, destacou.

Para a promotora de Justiça, Dra. Maria Gabriela Prado Mansur. “Esse trabalho com o agressor é uma tendência internacional. Temos o objetivo de diminuir a reincidência da agressão e tentar uma desconstrução do machismo, de um comportamento que coloca a mulher numa posição de submissão e dominação. Não seria possível fazer este projeto sem poder contar com a ajuda da Prefeitura, que de uma forma eficaz e participativa está colaborando com essa ação desde o ano passado”, ressaltou.

Representando o Poder Legislativo, esteve presente a vereadora Joice Silva.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online