Home » Sociedade, Todas as notícias » Em Taboão, não: Lei que proíbe garupa de moto vale apenas para a capital”

Em Taboão, não: Lei que proíbe garupa de moto vale apenas para a capital”

Por Gilmar Júnior, da redação

Se o governador Geraldo Alckmin aprovar o projeto de lei que proíbe ocupantes em garupas de moto, os motociclistas de Taboão da Serra que utilizam a capital paulista, ou até mesmo os municípios de Guarulhos e Campinas como rota para chegar aos seus destinos terão que tomar cuidado. Isso por que a medida prevê a proibição de um segundo ocupante do veículo em duas faixas de horário de segunda a sexta-feira: das 10h às 16h30 e das 23h às 5h. O projeto de lei, que tem um período de 15 dias para avaliação do governador estabelece multa, em caso de aprovação, de 130 reais ao dono da motocicleta.

Caso entre em vigor, a medida passará a valer para os municípios com mais de 1 milhão de habitantes, como é o caso de São Paulo, Campinas e Guarulhos. (Foto: R7/Debby Oliveira/AE)

A lei foi proposta pelo deputado Jooji Hato do PMDB, que estabelece a proibição nas áreas urbanas de municípios com ao menos 1 milhão de habitantes. Basicamente, o caso se aplica aos municípios de São Paulo, que é a capital do estado, Campinas e Guarulhos. A aprovação do projeto ocorreu na última terça-feira (15) e tem como objetivo evitar roubos e assaltos durante a madrugada. Sendo assim, em caso de aprovação da lei, os motociclistas somente poderiam circular com garupas nos horários fora das restrições e durante os feriados e dias de sábado e domingo.

Ainda constando no projeto de lei, os motociclistas deverão se adequar a uma nova norma que exige o uso de capacetes e coletes com o número da placa do veículo escrito na parte de trás dos equipamentos. As inscrições vão ter que dimensões e cores fluorescentes e legíveis.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online