Home » Todas as notícias » Ex-candidato a vereador e líder do MST, Paulo Félix vai escrever o programa de habitação do Aprígio

Ex-candidato a vereador e líder do MST, Paulo Félix vai escrever o programa de habitação do Aprígio

Por Allan dos Reis, no Jardim Maria Rosa

O ex-vereador Paulo Félix convocou uma entrevista coletiva na quarta-feira (31 de agosto) para confirmar a sua renuncia da disputa por uma vaga na Câmara Municipal e que sua esposa, Cida Félix, será a substituta. Ele temia ser impugnado por ter uma condenação da época em que foi vereador e que ainda está recorrendo. A partir de agora, ele vai ajudar na coordenação da campanha a prefeito do Aprígio (PSD).

Ao lado do candidato a prefeito Aprígio e do vice Luiz Lune, o ex-vereador Paulo Félix renuncia da disputa por uma vaga na Câmara e vai elaborar o plano de habitação da coligação Queremos Vida Nova Pra Taboão

Ao lado do candidato a prefeito Aprígio e do vice Luiz Lune, o ex-vereador Paulo Félix renuncia da disputa por uma vaga na Câmara e vai elaborar o plano de habitação da coligação Queremos Vida Nova Pra Taboão

“Quero primeiro agradecer o Paulo pelo gesto de grandeza. Ele atendeu o meu pedido. Primeiro estou precisando que venha para coordenação para a gente elaborar o plano de habitação muito bom para cidade. E a pessoa que vejo mais capacitada do meu grupo para criar um plano de habitação popular é o Paulo. Ele tem capacidade e conhecimento”, enaltece Aprígio.

Líder do Movimento Sem Terra (MST) de Taboão da Serra há muitos anos, Félix terá a missão de elaborar o plano de governo a ser apresentado durante a campanha, e, caso vença a eleição, deve ser confirmado como secretário de habitação.

“Eu me sinto preparado para fazer um programa de habitação tendo como espelho o [prédios do Minha Casa Minha Vida Entidades] João Cândido A e João Cândido B que nós fizemos e já recebeu dois presidentes da República [Lula e Dilma]. Vamos fazer o maior programa de habitação, não só de construção, mas de regularização fundiária desta cidade”, afirma Félix, que batizou o programa de “Minha Casa Taboanense”.

De acordo com o candidato a prefeito Aprígio, “o grande problema de habitação em Taboão da Serra é que houve um abandono dos governantes passados que não se preocuparam com o desenvolvimento e qualidade de vida com essas pessoas que não tem moradia. Temos mais 16 mil famílias que não tem moradia. E mais as pessoas que estão nas comunidades estão abandonadas”, completou.

Paulo Félix mostra certidões que garante que conseguiria registrar a candidatura, mas abre mão para ir a coordenação da campanha do Aprígio.

Paulo Félix mostra certidões que garante que conseguiria registrar a candidatura, mas abre mão para ir a coordenação da campanha do Aprígio.

Questionados sobre o custo de um programa tão amplo, o responsável pela elaboração do projeto afirma que vai buscar parcerias com programas dos governos do Estado e Federal. “A relação com os governos estadual e federal será institucional. Dinheiro tem. O que não tem são projetos. Precisamos viabilizar primeiro os projetos, dar entrada e ai tem recursos. Não tem dinheiro para quem não tem projetos”, respondeu Félix.

Pelos seus cálculos iniciais, o município teria que investir cerca de R$ 10 mil por cada moradia se o Governo Federal entrasse com R$ 96 mil e o Estado com R$ 20 mil.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online