Home » Todas as notícias » Exposição sobre mulheres negras vai ficar menos de 24h na Câmara de Taboão

Exposição sobre mulheres negras vai ficar menos de 24h na Câmara de Taboão

Por Allan dos Reis, no Jardim Helena

A Câmara de Taboão da Serra recebe por menos de 24 horas a exposição “Mulheres Negras: cultura e protagonismo” do Governo do Estado de São Paulo com fotos de mulheres que militam na causa racial. A exposição foi aberta na noite desta segunda-feira (30) e deve ficar até o início da tarde desta terça (31). O grupo de músicas afro Runsó fez uma breve apresentação.

Exposição sobre mulheres negras em Taboão da Serra não vai durar nem 24 horas.

Exposição sobre mulheres negras em Taboão da Serra não vai durar nem 24 horas.

Além das telas com mulheres como Raquel Trindade (Embu das Artes), Matilde Ribeiro (São Paulo), Rayane Ferraz (Itapecerica da Serra), entre outras, o encontro teve a presença do Eliana Dias (S.O.S. Racismo), das educadoras Tânia Portela e Rita Hortênsia, da vereadora Luzia Aprígio e da ex-coordenadora da promoção da igualdade racial Leila Dias, que puderam fazer um breve discurso na tribuna.

A militante do movimento negro Rose Menezes diz que “é uma exposição itinerante com mulheres negras que ainda estão vivas e militam na causa racial” e que também “teve um debate também muito importante” na Câmara.

Debate, aliás, que ratificou a defesa da vereadora Luzia Aprígio (PEN), que acusa de machistas os vereadores Eduardo Lopes e André Egydio, ambos do PSDB.

Em pé, Rose Menezes. Sentadas: Tania Portela (educadora), Luzia Aprígio (vereadora), Leila Dias (ex-coordenadora da promoção da igualdade racial de Taboão da Serra), Rita Hortência Queiróz (educadora) e Eliana Dias (S.O.S Racismo)

Em pé, Rose Menezes. Sentadas: Tania Portela (educadora), Luzia Aprígio (vereadora), Leila Dias (ex-coordenadora da promoção da igualdade racial de Taboão da Serra), Rita Hortência Queiróz (educadora) e Eliana Dias (S.O.S Racismo)

“Essa virou uma casa de batalhas. Já chamaram polícia para certas mulheres que vem assistir à sessão. […] Em duas sessões seguidas eu fui atacada por vereadores. Um disse que o meu lugar era em casa e eu respondi que o meu lugar é aonde eu quiser. Na terça seguinte o outro vereador teve a coragem de perguntar com quem eu dormia nesse tempo todo que eu estou casada. Eu achei um deselegância total como ele se referiu”, disse.

Eliane Dias, do SOS Racismo, durante exposição de mulheres negras em Taboão da Serra.

Eliane Dias, do SOS Racismo, durante exposição de mulheres negras em Taboão da Serra.

Em seguida, as outras mulheres foram à tribuna e reforçaram a defesa da vereadora. A coordenadora do SOS Racismo lamentou o fato e pediu para a parlamentar dar prosseguimento ao caso. “O fato da vereadora é lamentável e se eu fosse assessora dela, iria estudar tudo para ver se poderia cassar o mandato dele. Não deixa passar barato”, pediu.

O vereador Professor Moreira (SD) pediu que sua lei sobre anemia falciforme seja implementada para valer no município. Os ex-vereadores Aprígio e Paulo Félix também estavam presentes. O coordenador da promoção da igualdade racial de Taboão da Serra, Antonio Carlos Sousa Santos, também acompanhou a abertura do evento.


SERVIÇO:

Exposição Itinerante “Mulheres Negras: cultura e protagonismo”

Local: Câmara Municipal de Taboão da Serra

Endereço: Estrada São Francisco, 2013 – Jardim Helena

Data: até às 12h do dia 31 de maio de 2016

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online