Home » Política, Todas as notícias » “Faltam jovens aqui”, diz coordenadora do SOS Racismo em reunião na Câmara de Taboão

“Faltam jovens aqui”, diz coordenadora do SOS Racismo em reunião na Câmara de Taboão

Por Gilmar Júnior, no Jardim Helena

Em visita a Câmara Municipal a Dra. Eliane Dias Coordenadora do SOS Racismo da Assembleia Legislativa de São Paulo visitou a Câmara na última terça-feira (23) horas antes da sessão ordinária para conhecer os trabalhos do município acerca da promoção dos direitos humanos. Eliane que é também produtora do Racionais Mc’s e esposa do rapper Mano Brown se reuniu com representantes da Sociedade Civil do Movimento Negro de Taboão e os vereadores da oposição.

Coordenadora do SOS Racismo de São Paulo faz reunião na Câmara de Taboão. (Foto: Divulgação)

Coordenadora do SOS Racismo de São Paulo faz reunião na Câmara de Taboão. (Foto: Divulgação)

Na oportunidade, representantes do conselho de saúde, de educação e igualdade racial falaram brevemente de seus trabalhos e ouviram a convidada que relatou sua trajetória de trabalho e ativismo na causa. “Eu faço um trabalho desde 2006 com jovens. Eu vou aos lugares que tenham um número grande de adolescentes. Eu vejo a ociosidade e desespero do jovem. Eles querem fazer as coisas, se sentirem importantes. Porém, não têm credibilidade. E é a nossa responsabilidade. Isso tem que parar”, falou Eliane, acerca do cenário ruim que envolve a formação de jovens na política.

A luta contra preconceito ainda é constante, declara Eliane, entretanto a militância na causa deve ser renovada, conforme cita. A advogada aproveitou para fazer algumas críticas construtivas à Câmara Municipal de Vereadores. “Não estou vendo jovens aqui”, disse ressaltando a importância de adolescentes trabalharem junto a Casa de Leis do Município e da necessidade de integração com o mundo digital.

Questionada sobre como tornar a juventude mais atraída pelo debate político, Eliane declara que “a ferramenta é ser rápido, dinâmico e falar a mesma língua do jovem. Não adianta vir com o discurso do ‘você está errado’. Tem que estar junto. É muito simples. É a mesma coisa de olhar para um filho. Qualquer pessoa entende o jovem. A juventude é muito inteligente”. A produtora do Racionais ainda diz que acha um “absurdo a gente estar na Câmara e não ter a molecada”, concluiu.

O serviço SOS Racismo está instalado na sala S03 do Palácio 9 de Julho, sede da Assembleia Legislativa de São Paulo e tem um Disque-Denúncia contra o preconceito, a discriminação e a intolerância racial e cultural. O SOS Racismo realiza convênios com instituições públicas, ONGs (organizações não governamentais) e universidades com o objetivo de garantir atendimento jurídico e psicológico às vítimas da discriminação e do preconceito.

One Response

  1. HELVIO disse:

    Foi de debate construtivo falamos de temas que estão na pauta da sociedade, juventude, mulher, tivemos também a entrega da lei anemia falciforme pelo vereador Moreira.Como Presidente do conegro agradecimentos ao vereador Luis Lune, e a vereadora Luzia Aprigio.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online