Home » Todas as notícias » Fernandes diz que tem direito de escolher quem vai “estar ao lado” na campanha eleitoral

Fernandes diz que tem direito de escolher quem vai “estar ao lado” na campanha eleitoral

Por Allan dos Reis, no Parque Assunção

O prefeito Fernando Fernandes (PSDB) voltou a criticar o prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB), durante a coletiva de imprensa realizada na manhã de terça-feira (11) por sua ‘interferência’ na política taboanense, já que ele tem dito que vai eleger o próximo presidente da Câmara de Taboão da Serra, cuja eleição é no fim deste ano, e também o próximo prefeito nas eleições de 2020.

Fernandes voltou a reafirmar que o racha com o grupo de cinco vereadores governistas se deu porque ele não permitiu a produção de material em conjunto entre a deputada Analice Fernandes, que tenta a reeleição, e a candidata à deputada federal Ely Santos.

Em coletiva, Fernandes evita dizer os motivos de vetar a produção de material em conjunto entre Analice e Ely.

Em coletiva, Fernandes evita dizer os motivos de vetar a produção de material em conjunto entre Analice e Ely.

O Taboão em Foco questionou novamente essa semana os motivos para o veto, mas o prefeito prefere não citar. Um dos motivos seria o lançamento de outro estadual na região. Numa coletiva recente, ele citou que Santos teria interferido numa série de apoios que a Analice teria em Embu das Artes e chegou até a criticar o PSDB de Embu das Artes.

“Eu tenho direito de querer estar ao lado ou não estar ao seu lado. Esse é o Direito que estou invocando”, repetiu Fernandes.

No início da semana, o grupo de vereadores tucanos que caminharam na região do Pirajuçara com o candidato ao governo do MDB foram alvos de uma sindicância dentro da Estadual do partido, que pode culminar de advertência à expulsão.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online