Home » Política, Todas as notícias » Governistas contra-atacam e vereador tucano sugere CPI contra Aprígio em sessão na Câmara

Governistas contra-atacam e vereador tucano sugere CPI contra Aprígio em sessão na Câmara

Por Allan dos Reis, no Jardim Helena

A Câmara de Taboão da Serra registrou na noite desta terça-feira, dia 14, mais uma sessão tensa com outro pedido de abertura de processo de investigação contra o prefeito Fernando Fernandes (PSDB) protocolado novamente pelo preside do PC do B, Antonio Gomes de Andrade, conhecido Toninho. Porém, de forma bem coesa, os 10 vereadores que apoiam o mandatário atacaram o “mentor” José Aprígio, ex-vereador, presidente do PSB e que disputou as eleições de 2012 contra Fernandes, por antecipar o processo eleitoral de 2016. Em resposta, foi sugerido a abertura a abertura de uma CPI.

A postura diferente dos camaristas pode ser vista logo no início da sessão com a denúncia sendo encaminhada a Comissão de Justiça e Redação sem a leitura em plenário, como nas outras ocasiões. “Estarei encaminhando as denúncias à comissão. Não estou deixando de seguir o regimento desta Casa”, disse o presidente Cido (DEM).

Sessão lotada na Câmara de Taboão da Serra em noite de muita briga entre governistas e oposição.

Sessão lotada na Câmara de Taboão da Serra em noite de muita briga entre governistas e oposição.

Em seguida, todos os vereadores se inscreveram para falar em tribuna, incluindo o vereador Eduardo Lopes (PSDB), que deu novo tom dos governistas, e acusou Aprígio de, junto com o ex-prefeito Evilásio Farias, lesarem Taboão ao realizarem uma “desapropriação amigável” para não deixar em contrapartida uma área institucional de “36 mil m²” ao município.

“[…] O ex-vereador José Aprígio através da cooperativa comprou uma área nobre e implantou um condomínio de prédio. Até ai é legal. Porém, o que não pode, é usar o mandato de vereador [2005-2012], juntamente com o ex-prefeito Evilásio [Farias], para criar uma situação que dá prejuízo aos cidadãos de Taboão da Serra de 36,5 mil metros quadrados [de terreno], que equivale aproximadamente a R$ 60 milhões. […] Eles desapropriaram o terreno por um centavo o metro quadrado”, acusou Lopes, tendo em mãos os papéis da Ação Civil Pública movida pela Prefeitura.

Eduardo Lopes cogita abertura de CPI contra Aprígio em resposta aos pedidos de investigação contra o prefeito Fernando.

Eduardo Lopes cogita abertura de CPI contra Aprígio em resposta aos pedidos de investigação contra o prefeito Fernando.

Em seguida pediu que a denuncia fosse investigada. “Eu quero encaminhar a base governista para que a gente abra uma CPI. Por que não façamos uma CPI? O município não merece um prejuízo desta envergadura. Anteciparam o pleito político. E eu, como membro do PSDB, não posso simplesmente assistir essas agressões. Fica aqui o recado. O PSD B não vai prevaricar e fugir do debate”, disparou Lopes. Apesar disto, o tucano não apresentou qualquer pedido oficialmente.

Já no fim das discussões, o líder do governo Eduardo Nóbrega (PR) elogiou o “grupo coeso contra esse golpismo que estaria sendo arquitetado contra o governo”, resumiu.

EX-ALIADOS ATACAM

Em seguida, um a um, discursou na tribuna. Porém, causou surpresa as falas dos vereadores Ronaldo Onishi (SD) e Marcos Paulo (Pros), que atacaram nominalmente o ex-aliado de 2012. A vereadora Érica Franquini (PSDB), que também disputou a eleição ao lado de Aprígio, saiu mais em defesa do prefeito do que ao ataque.

“Se quiserem fazer política, nós sabemos fazer política. E temos um time forte. Ele [Toninho] representa um grupo político que é contra o governo. E o beneficiado chama-se José Aprígio”, discursou Onishi.

Marcos Paulo relata que “o principal opositor nesta cidade é o Aprígio. E a oposição se une e arquiteta [os ataques ao prefeito]”, diz.

OPOSIÇÃO NÃO CONSEGUE DISCURSAR

Com as galerias da Câmara de Taboão tomada por funcionários de livre nomeação, os três vereadores que fazem oposição ao prefeito Fernando Fernandes mal conseguiram falar devido às vaias – e alguns xingamentos – direcionadas principalmente a Luiz Lune (PC do B). “Essa denuncia amedrontou o Fernando. Senão, a ‘tropa de choque’ não teria vindo”, disse. O petista Professor Moreira tentou em vão fazer com que o presidente da Câmara lesse a denuncia na íntegra.

Já a vereadora Luzia (PSB), esposa do ex-vereador Aprígio, manteve a calma e ficou de costas enquanto os governistas discursavam. Ela também afirma que eles “fizeram a lição de casa direitinho” e mandou algumas indiretas aos vereadores Onishi e Marcos Paulo.

Vereadora Luzia Aprígio preferiu ficar de costas aos vereadores que discursavam contra o marido Aprígio.

Vereadora Luzia Aprígio preferiu ficar de costas aos vereadores que discursavam contra o marido Aprígio.

 

3 Responses

  1. Cidadão Taboanense disse:

    Que vergonha!! Tanta coisa importante para se discutir na cidade e esses vereadores pensando em CPI contra o Sr. Aprígio. A cidade está um caos, até agora não chegaram os dias melhores prometido pelo prefeito, mas isso que estão fazendo é medo por que ano que vem espero que a população tire esse grupo ou melhor essa “tropa de choque” que está aí só mamando na prefeitura. Sr. Aprígio tome cuidado com esses três vereadores falsos que estavam com o senhor na campanha agora viraram as costas. Em 2016 Aprígio será o nosso prefeito.

  2. vegonha os vereadores fala em CPI Em seguida pediu que a denuncia fosse investigada. “Eu quero encaminhar a base governista para que a gente abra uma CPI. Por que não façamos uma CPI? O município não merece um prejuízo desta envergadura. Anteciparam o pleito político. E eu, como membro do PSDB, não posso simplesmente assistir essas agressões. Fica aqui o recado. O PSD B não vai prevaricar e fugir do debate”, disparou Lopes. Apesar disto, o tucano não apresentou qualquer pedido oficialmente. PORQUE NÃO PEDIR UMA CPI PARA SAÚDE COM MUITO PESSOA MORENDO FALTA DE MÉDICO? FICO MUITO TRISTE COM O Eduardo Lopes UM HOMEM DE DEUS NÃO SER COLOCAR O SEU LOGA COMO EVAGÉLICO

  3. Anônimo disse:

    E pastor Eduardo na sabe o que está falando , Fala na tribuna pastor que você foi expulso da igreja paz e vida , pra mim você não passa de um vereador de um mandato só

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online