Home » Todas as notícias » Grupo de servidores da educação de Taboão perde direito a recesso em julho e protesta na Câmara

Grupo de servidores da educação de Taboão perde direito a recesso em julho e protesta na Câmara

Direto da redação

Os servidores da área de educação, que não estão enquadrados no Estatuto do Magistério, protestam na manhã desta terça-feira (2) na Câmara Municipal após terem o recesso escolar de julho cancelado pela Prefeitura de Taboão da Serra.

Servidores protestam na Câmara após ‘perderem’ direito a recesso de julho. (Foto: Divulgação)

Segundo o secretário de educação João Medeiros, “O recesso escolar está previsto para os cargos dispostos no Estatuto do Magistério” e foi informado pela “Secretaria de Gestão de Pessoas que não poderiam conceder o recesso os demais funcionários das escolas”.

O recesso deste ano começaria – a esses servidores – na próxima segunda-feira, dia 8, e se prolongaria por 15 dias. Estão sendo prejudicados servidores que ocupam os cargos de Auxiliares de Desenvolvimento Infantil (ADI), Auxiliares de Desenvolvimento Escolar (ADE), Auxiliar de Classe, entre outros profissionais. De acordo com o Portal da Transparência, são 910 profissionais apenas nas três áreas citadas acima.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentario

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online