Home » Sociedade, Todas as notícias » Justiça de Taboão ouve mais 17 testemunhas de defesa dos acusados de fraudar o IPTU

Justiça de Taboão ouve mais 17 testemunhas de defesa dos acusados de fraudar o IPTU

Por Williana Lascaleia, no Parque Pinheiros

Fórum de TaboãoNesta quinta-feira, dia 31, foi retomado o julgamento dos acusados de fraudar os cofres públicos de Taboão da Serra com a baixa ilegal de impostos como o IPTU que estavam na dívida ativa. Ao todo foram ouvidas 17 testemunhas de defesa.

Os depoimentos mais esperados eram do ex-prefeito Evilásio Farias e do ex-vereador Paulo Felix que não aconteceu porque eles acabaram não sendo notificados. A defesa de Maruzan Corado desistiu de ouvir o ex-prefeito, mas a defesa do ex-vereador Carlos Andrade insiste na presença do mesmo.

Ricardo Viscardi, sócio da Sorana Sul, depôs e informou não saber o motivo pelo qual sua empresa foi chamada para depor e tão pouco do que se tratava já que todos os comprovantes de pagamentos do IPTU estavam em seu poder.

“A Sorana não tem nada haver com isso. A Sorana não tem nada haver com este processo. Os comprovantes [de pagamento] estão em poder da empresa”, diz Viscardi.

Um dos defensores explicou que a empresa foi intimada a depor dizendo que enquanto Marcelo Carra fazia as baixas irregulares, em algum momento, o nome da empresa foi citada.

No dia 2 de dezembro os técnicos do Instituto de Criminalística irão realizar na empresa que fornece os sistemas à prefeitura uma perícia com base nas informações dos peritos e das partes.

A Justiça retoma os trabalhos no dia 21 de janeiro de 2014, às 10hs.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online