Home » Sociedade, Todas as notícias » Justiça de Taboão ouve mais 22 testemunhas no processo que investiga a fraude no IPTU

Justiça de Taboão ouve mais 22 testemunhas no processo que investiga a fraude no IPTU

Por Williana Lascaleia, no Parque Pinheiros

Fórum de Taboão da Serra

Fachada do Fórum de Taboão da Serra. (Foto: Williana Lascaleia)

A Justiça de Taboão da Serra retomou na terça-feira, dia 30, o julgamento dos envolvidos na Operação Cleptocracia, que aconteceu em maio de 2011. Foram ouvidas 22 testemunhas de defesa das 40 previstas para o dia.

Muitas das testemunhas são amigas ou trabalharam junto com os réus e afirmavam “não tem nada que o desabone” ou ainda “ele não merece ter passado o que passou”.

O depoimento mais esperado foi do delegado de policia Astrogildo Anderson Silva que afirma “Marcio Carra foi ouvido com todas as garantias”.

Segundo o delegado, testemunhas relataram que as baixas eram realizadas daquele terminal, mas não tinham nada que comprovasse e que não eram efetuadas da senha do Marcio, mas de senhas de funcionários que já nem estavam mais lá [na prefeitura]. E sobre as provas diz “o que tenho são provas testemunhais”.

Um dos defensores perguntou a uma das testemunhas se ela poderia apontar um dos erros do sistema [da empresa CONAM] e ele afirmou que quando foi puxar um relatório “o cabeçalho era da Prefeitura Municipal de Varginha”.

Algumas testemunhas que não foram ouvidas hoje serão ouvidas na próxima oitiva, já que alguns réus desistiram de ouvir parte das testemunhas. Como é o caso do ex- vereador José Luiz Elói que irá apresentar apenas duas testemunhas, pois as entendem como “as principais”.

O ex- prefeito, Evilásio Cavalcante de Farias, está na lista do site do Tribunal de Justiça como testemunha, mas não se sabe quando será ouvido.

Os trabalhos serão retomados no dia 05 de setembro às 10hs e serão ouvidas mais 40 testemunhas, além de uma testemunha preservada.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online