Home » Política, Todas as notícias » Lune reconhece exagero e vai se desculpar com vereadores nesta terça

Lune reconhece exagero e vai se desculpar com vereadores nesta terça

Por Allan dos Reis, direto da redação

O vereador Luiz Lune (PC do B) reconheceu a pessoas próximas que exagerou na discussão com Marco Porta (PRB) e Eduardo Lopes (PSDB) durante a sessão da semana passada, que foi suspensa e será retomada às 8h desta terça-feira (19). Ele deve se desculpar com os parlamentares. Alguns governistas defendem uma sessão secreta contra o vereador e outros pedem a cassação do seu mandato por quebra de decoro.

Uma semana após atacar, Marco Porta e Eduardo Lopes, vereador Luiz Lune recua e admite que exagerou.

Uma semana após atacar, Marco Porta e Eduardo Lopes, vereador Luiz Lune recua e admite que exagerou.

A reportagem do Taboão em Foco entrou em contato por telefone com o político, que não deu muitos detalhes, mas não desmentiu a informação. Na semana passada, Lune atacou Porta acusando o político de “tentar garantir um carguinho [ao defender a CPI contra o Aprígio]”.

Porém, o caso mais grave ficou por conta da insinuação de que o presidente da CPI, Eduardo Lopes, teria pedido um “apartamento” ao presidente da cooperativa para se livrar da comissão. “Eu tenho um amigo que disse assim: não tenho aonde morar, eu não quero dinheiro, só quero um apartamento para morar”, contou em forma de parábola.

Mas Lune também foi alvo de acusações por parte dos dois vereadores, que acusaram o político de corrupção no projeto Segundo Tempo, no período em que foi secretário de esportes na gestão passada. “Vamos mostrar o lado criminoso de quem comandava a pasta [secretaria de esportes]”, prometeu Lopes.  “Eu quero abrir uma CEI aqui para apurar irregularidade do Segundo Tempo. Esse rapaz era o gestor da pasta”, salientou Porta.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online