Home » Esporte, Cultura e Lazer, Todas as notícias » Mais 18 animais do Parque das Hortênsias são transferidos para a Associação Mata Ciliar

Mais 18 animais do Parque das Hortênsias são transferidos para a Associação Mata Ciliar

Por Charles Eliseu, da SeCom da PMTS

A Prefeitura de Taboão da Serra promoveu, na manhã da terça-feira, 8 de julho, em parceria com a Associação Mata Ciliar, a transferência de alguns animais do Parque das Hortênsias para a reserva onde fica a associação, localizada em Jundiaí, interior de São Paulo. O objetivo principal da mudança do habitat dos animais, que será provisória, é preservar a saúde dos animais durante as reformas que serão empreendidas no parque.

Mais 18 animais do Parque da Hortênsias são transferidos. (Foto: Divulgação / PMTS)

Mais 18 animais do Parque da Hortênsias são transferidos. (Foto: Divulgação / PMTS)

A operação foi realizada com sucesso pela equipe de veterinários da instituição juntamente a equipe do Parque das Hortênsias. Ao todo 18 animais foram transferidos, sendo eles: quatro macacos-prego, quatro corujas-orelhudas, três corujas-buraqueiras, uma suindara, duas corujas do mato, um gavião-de-rabo-branco e três caracarás.

Quanto ao dia-a-dia que irão vivenciar os bichos no novo recinto, a parceira e voluntária da associação Mata Ciliar, Célia Frattini, que acompanhou a ação, ressaltou a fase de adaptação. “Num primeiro momento, iremos adaptar os animais em ambientes propícios, ao mesmo tempo que tentaremos fazer com que eles se ambientem com outros animais da mesma espécie que tem lá (Mata Ciliar). Vale lembrar que a associação não é aberta a visitação pública, o que facilita e muito nessa fase de adaptação”.

MATA CILIAR          

Fundada em 1987, a Associação Mata Ciliar é uma entidade civil sem fins lucrativos com sede em Pedreira (SP) e unidades em Jundiaí e Águas de Lindóia. Desenvolve trabalhos de conservação ambiental e um dos seus principais projetos é o “Águas do Piracicaba” que trabalha com preservação de matas ciliares e educação ambiental em 20 municípios paulistas. Também é referência na área de reabilitação da fauna com o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres e na área de pesquisa com o Centro Brasileiro para Conservação de Felinos Neotropicais.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online