Home » Esporte, Cultura e Lazer, Todas as notícias » Manifestação em frente ao Parque das Hortênsias pede o fechamento do zoológico

Manifestação em frente ao Parque das Hortênsias pede o fechamento do zoológico

Por Williana Lascaleia, no Parque Assunção

Um grupo com cerca de 150 manifestantes protestaram em frente ao Parque das Hortênsias em Taboão da Serra na tarde deste domingo, dia 9. Com os rostos pintados, eles carregavam faixas e – alguns até enjaulados – pediam o fechamento do zoológico municipal. O grupo recolheu assinaturas com os visitantes do local.

Após se reunirem a frente do Parque e fazer um trabalho de conscientização, os ativistas seguiram em direção ao Centro do Taboão e bloquearam a Rodovia Régis Bittencourt. Depois seguiram até a Igreja Santa Teresinha e retornaram ao Parque.

“O dia de hoje foi um sucesso, com pessoas de todos os lados. Todo mundo que entrou aqui saiu consciente. Tinha uma equipe da prefeitura falando que tudo o que nós falávamos não era verdade. […] Só que quando as pessoas voltavam [do parque] elas falavam “realmente tem maus tratos”. Hoje nos queríamos conscientizar as pessoas e conseguimos”, afirma Antilia Reis, presidente da Comissão de Proteção e Defesa Animal, de São Bernardo do Campo.

Ativistas denunciam maus tratos e pedem fechamento do Zoológico de Taboão da Serra.

Ativistas denunciam maus tratos e pedem fechamento do Zoológico de Taboão da Serra.

O ex-vereador e líder do MST Paulo Félix disse que defende um bom tratamento aos animais, mas que não concorda com o fechamento do zoológico. Ressaltou ainda que o local precisa ser bem mais aproveitado como, por exemplo, com a presença dos alunos das escolas municipais.

“Nós somos a favor da retirada dos animais [doentes], de garantir um tratamento digno, que não sejam submetidos à crueldade, mas nós somos favoráveis a permanência do zoológico. Que seja reformulado, mas o zoológico é um patrimônio da sociedade. Tem crianças que só conhecem os animais pelos livros. Daqui a pouco vai ser como o índio, só se conhecerá os animais pelos livros” concluiu Félix.

O garçom William Felício de Souza que trabalha como voluntário para a Comissão de Proteção e Defesa Animal e estava recolhendo assinaturas para um abaixo-assinado diz que não teve coragem de entrar no parque.

“Fiquei sabendo que a leoa estava passando fome, ainda não fui lá [para ver a leoa]. Eu não tenho provas, mas lá no parque, na porta do parque, vocês podem encontrar pessoas que tem provas. Eu vi por imagens”, diz Souza.

A LEOA

A leoa Helga, de 14 anos, que ficou viúva recentemente e foi operada para a retirada do útero há menos de 1 ano, deu show de simpatia aos que foram no parque na tarde deste domingo. Ao ouvir a voz do seu tratador Edson, a felina colocou seu rosto para fora do abrigo e depois saiu para um banho de sol. Antes fez um agrado aos visitantes que puderam vê-la se espreguiçar e brincar com a grama do recinto.

“Helga, Helguinha, vem aqui menina”, disse o tratador.

Leoa Helga no Parque das Hortênsias

Leoa Helga no Parque das Hortênsias

One Response

  1. tatiane disse:

    Nao existem maus tratos realmente. O que existe eh um parque que precisa de investimento e uma boa reforma, reforma essa que ja foi prometida pela prefeitura. Agora cabe a nos acompanha de perto essa reforma e cobrar todos os prazos prometidos.A Leoa esta linda, gorda e mto bem, ao contrario do que andaram falando… eu sim entrei no parque para ver!!!!!
    Ali os animais sao bem tratados e amados pela populacao que lota o zoo todos os fins de semana. Vamos lutar por um espaço agradavel para nós e para os animais, principalmente.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online