Home » Política, Todas as notícias » Manifestantes pedem fim de processo administrativo contra líder grevista em Taboão

Manifestantes pedem fim de processo administrativo contra líder grevista em Taboão

Por Allan dos Reis, no Jardim Maria Rosa

Um grupo de servidores e sindicalistas de Taboão da Serra protestou em frente à Câmara Municipal na noite desta terça-feira, dia 14, em favor da professora Sandra Fortes, que responde um processo administrativo aberto pela Prefeitura Municipal, que pode culminar, inclusive, com a sua demissão. Eles pediram o encerramento imediato do processo.

Professora e sindicalista Sandra Fortes responde processo administrativo aberto pela Prefeitura de Taboão da Serra.

Professora e sindicalista Sandra Fortes responde processo administrativo aberto pela Prefeitura de Taboão da Serra.

Sandra é acusada neste processo de “suposta prática de aliciamento de menores” e de se aproveitar da sua “condição funcional” para “tirar proveitos diretos ou indiretos”. O fato é que após encerrarem a greve de 21 dias por parte do funcionalismo, alunos da professora escreveram cartas ao prefeito Fernando Fernandes pedindo – afirma – para que ele negociasse com a categoria e desse aumento. Porém, as cartas foram recolhidas pela direção da escola e culminou com a abertura do processo.

“Depois da nossa greve, o prefeito transferiu quatro trabalhadores grevistas e a gente considerou uma arbitrariedade. E no dia 12 de setembro a gente foi surpreendido com esse processo administrativo aberto contra mim por um suposto aliciamento de menores”, diz Sandra, que ressalta que a carta foi iniciativa dos alunos.

Ela evitou comentar muito a respeito do processo por orientação do advogado. Nesta quinta (16) ela prestará depoimento no cartório disciplinar. Porém, Sandra diz que entidades, sindicatos e partidos políticos assinaram moção de apoio e que esse “é um processo calunioso e tem a ver com mais uma perseguição a nós que fizemos a greve”, encerrou.

Manifestantes pedem o encerramento do processo administrativo contra a professora Sandra Fortes.

Manifestantes pedem o encerramento do processo administrativo contra a professora Sandra Fortes.

Durante a greve, Sandra Fortes foi uma das principais lideranças e chegou – junto com uma comissão – a se reunir com o prefeito para negociar o reajuste, mas não houve acordo.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online