Home » Sociedade, Todas as notícias » Movimento ‘R$ 3,30 eu não pago’ faz reunião com secretário de Transportes de Taboão

Movimento ‘R$ 3,30 eu não pago’ faz reunião com secretário de Transportes de Taboão

Por Ricardo Vaz, da SeCom da PMTS

O secretário de Transportes e Mobilidade Urbana de Taboão da Serra, Rinaldo Tacola, recebeu uma comissão do Movimento R$ 3,30 Eu Não Pago. Esse movimento luta por melhorias no transporte público de Taboão sendo que uma delas foi prontamente atendida pelo prefeito Fernando Fernandes através do decreto que revogou o aumento da tarifa de ônibus reduzindo o valor de R$ 3,30 para R$ 3,00.

Movimento R$ 3,30 eu não pago é recebido pelo secretário de Transportes de Taboão (Foto: Divulgação / PMTS)

O transporte municipal de Taboão é atendido pela Viação Pirajuçara concessionária que ganhou o direito de prestar esse serviço até 2015. Na pauta da reunião o movimento trouxe as seguintes reivindicações: melhoria no atendimento ao usuário que utiliza o transporte municipal; implementar a obrigatoriedade de cobradores de ônibus para dar mais segurança aos motoristas e passageiros; publicação das tabelas de custo da Viação Pirajuçara para justificar os aumentos e a quebra da revisão do contrato com a empresa.

Para o secretário Rinaldo Tacola, todas as reivindicações são válidas porém precisam ser tratadas com cautela. “Vamos analisar caso a caso e ver o que compete a nossa Secretaria. Acabamos de assumir e ainda temos que tomar conhecimento da situação”, comentou o secretário.

Rinaldo ressaltou que o transporte público precisa ser fiscalizado e isso não vinha acontecendo. “Fizemos um breve levantamento e não conseguimos identificar nenhum documento que comprove a efetiva fiscalização desse serviço”, explicou Rinaldo.

Sobre o aumento da tarifa, o secretário de Transportes, foi categórico ao afirmar que, “o aumento tem que acontecer porque está no contrato. Mas, isso só pode ser feito a partir do momento que empresa apresentar uma planilha justificando os gastos. Sem os estudos em mãos não temos como avaliar se o aumento estava certo ou não”.

Sobre a volta dos cobradores Rinaldo explicou que no seu entendimento o que precisa melhorar é o sistema de cobrança. “Temos que integrar o transporte coletivo através do bilhete único facilitando a vida do usuário e não colocar cobradores que no meu ponto de vista seria um retrocesso”, disse Rinaldo para a comissão.

O secretário finalizou a reunião pedindo a colaboração de usuários e munícipes na fiscalização do transporte municipal e coletivo. “Já temos uma equipe nas ruas para fiscalizar esse serviço. Porém, o melhor fiscal são vocês que utilizam do transporte todos os dias”, concluiu.

2 Responses

  1. Valéria disse:

    Fiscalizar mais do que fiscalizamos???? O que adianta apontar os problemas se ninguém da uma solução, os ônibus vivem imundos com pequenas baratas passando por cima de nós, é só olhar o piso e ver o grude embaixo dos bancos…VERGONHA É UMA VERGONHA MORAR EM TABOÃO DA SERRA

  2. Marcio disse:

    Colocar cobrador no ônibus seria um retrocesso?? Estranho a maior cidade da América, São Paulo, tem cobradores de ônibus em todas as linhas, porque que a GIGANTE TABOÃO DA SERRA, com seus 20 km poderia andar sem cobradores… estranho… talvez aumentaria os valores da tal planilha de custos… lamentável a posição do secretário.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online