Home » Sociedade, Todas as notícias » Movimentos Sociais realizam mais uma manifestação em Taboão e exigem reunião com prefeito

Movimentos Sociais realizam mais uma manifestação em Taboão e exigem reunião com prefeito

Por Williana Lascaleia, no Parque Assunção

Cerca de 400 manifestantes dos movimentos MST e MTST bloquearam a Rodovia Régis Bittencourt (BR 116), nesta quarta-feira, dia 24, por cerca de 40 minutos no Centro de Taboão da Serra e em seguida foram até a sede da prefeitura com uma extensa pauta de reivindicações para entregarem ao prefeito Fernando Fernandes, que estava em São Paulo em compromissos oficiais.

O ex-vereador Paulo Felix, representante do MST, e Guilherme Boulos, líder do MTST foram recebidos pelo vice-prefeito, Laércio Lopes e os secretários de planejamento Olívio Nóbrega e de comunicação Daniel Borges.

Após apresentarem a pauta de reivindicações, os representantes do movimento exigem uma reunião com o prefeito. Os representantes do governo se comprometeram a marcar uma reunião em breve e avisar os líderes dos movimentos.

Vice e secretários recebem líderes dos manifestantes em Taboão da Serra.

Como mais uma vez não conseguiram falar com chefe do executivo, Boulos diz que “na medida em que não foram discutidas as reivindicações, sequer um agendamento de uma reunião com o prefeito, a manifestação continua com a possibilidade de acampar”.

No fim da reunião, o grupo ainda teve mais um encontro com o secretário de planejamento e marcharam até a esquina da rua onde mora o prefeito, mas encontraram um bloqueio da Guarda Civil Metropolitana que impedia que os mesmos fossem até a casa de Fernandes.

As principais reivindicações são a decretação imediata de interesse social para todas as áreas de ZEIS do município, desapropriação da área remanescente pertencente a Oswaldo Cesário de Oliveira; concessão de bolsas de auxilio aluguel às famílias em estado de vulnerabilidade social; fim da terceirização da saúde pública; bilhete único municipal, volta dos cobradores nas linhas de ônibus municipais e a construção da alça de acesso do Shopping Taboão, sentido Embu.

Após saírem da rua do prefeito, os manifestantes voltaram à rodovia e bloquearam-na por mais alguns minutos até se dispersarem. O ato foi pacifico e não houve registro de confronto com a polícia.

 

One Response

  1. Beto disse:

    Acho muitíssimo interessante que tem empreiteiro,construtor de edificio aí no meio.

    Cara de pau.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online