Home » Esporte, Cultura e Lazer, Todas as notícias » Na periferia de Embu das Artes, 12ª Encenação da Paixão surpreende com inovações

Na periferia de Embu das Artes, 12ª Encenação da Paixão surpreende com inovações

Com uma grande atuação por parte dos jovens da Paróquia Todos os Santos, no Jardim Santa Emília, em Embu das Artes, a encenação da Paixão de Cristo, realizada na noite de sexta-feira, dia 6, emocionou cerca de 5 mil moradores presentes ao espetáculo. Com música ao vivo e um belo show de luzes, o teatro encantou e envolveu a plateia, com direito a efeitos especiais e triunfal cena da ressurreição na parte posterior ao público.

Com cerca de 100 jovens, a nova safra de participantes do teatro da Paixão da paróquia não deixou por menos e comoveu o público com grandes atuações, com destaque para o jovem Erivelton Santos, que interpreta o personagem de Jesus há três edições. Erivelton correspondeu às expectativas e arrancou sorrisos e lágrimas da população, levando os espectadores ao êxtase por sua entrega no palco.

Na periferia de Embu das Artes, Paixão de Cristo emociona o público. (Foto: Alexandre Oliveira)

Outros destaques ficaram por conta das atuações de Demerson Almeida, que deu vida ao personagem do demônio que tenta Jesus, em momento de grande tensão. A personagem de Maria foi vivida pela jovem Maria Vicente, que também fez o papel com maestria. Helder Alves impressionou com atuação de cego, encenando um dos milagres de Jesus e também por sua voz na interpretação das canções que deram o tom ao teatro.

Em cerca de quatro horas, a 12ª encenação da Paixão uniu ritos tradicionais próprios ao evento e novidades como uma abertura de jovens dançando street dance (dança de rua). Com a caracterização de um Jesus jovem, com cabelo curto, o elenco surpreendeu e agradou o público.

A estrutura este ano contou com um palco, música ao vivo, efeitos especiais e uma conclusão apoteótica com o renascimento de Cristo atrás da plateia, no alto de um morro, diante de uma escadaria, iluminado pelo canhão de luz que fez parte da cenografia do evento.

“Esta é minha primeira experiência e está sendo fantástica, mexe muito com o emocional no momento de entrar no personagem”, conta Leive Rodrigues, jovem que interpretou Pilatos, na página na internet dedicada ao teatro (http://paroquiatodosossantos.wordpress.com). Os ensaios ocorreram durante quatro meses.

De acordo com o padre Esmeraldo Diniz, que há três anos comanda a paróquia e acompanha o ato da Paixão desde que foi idealizado, o empenho foi determinante para a realização da encenação. “Esse teatro é uma responsabilidade muito grande para nós. Eu digo sempre a eles que o nosso papel não é o teatro simplesmente, mas com a evangelização”, disse o pároco.

Para a estudante Natália Pereira, que acompanha o teatro há quatro anos, é uma forte emoção vivenciar a encenação da Paixão e observar o desempenho de amigos como atores. “Não tenho como descrever em palavras esse sentimento. Pra mim, o que mais impressiona é a dedicação de cada um e o prazer pelo teatro. Todos são deslumbrantes”, declarou.

 

Por Alexandre Oliveira

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online