Home » Sociedade, Todas as notícias » Na rua do prefeito, grupo protesta e pede liberação de alvará para construção de unidades habitacionais

Na rua do prefeito, grupo protesta e pede liberação de alvará para construção de unidades habitacionais

Da redação do Taboão em Foco

Integrantes da Associação Habitacional do Bem Viver realizaram um protesto na noite desta terça-feira (8) na rua do prefeito Fernando Fernandes, a poucos metros da sede da Prefeitura. Eles pedem a liberação do alvará de construção para que possam dar início a fase três do projeto Santa Terezinha, com previsão de 500 unidade apartamentos residenciais no Jardim Salete.

Grupo protestou na rua do prefeito e pediu liberação de alvará de construção. (Foto: Reprodução / Facebook Eduardo Rijo)

Grupo protestou na rua do prefeito e pediu liberação de alvará de construção. (Foto: Reprodução / Facebook Eduardo Rijo)

O grupo não conseguiu falar com o mandatário e por isso devem retornar a Prefeitura na manhã desta quarta (9). Segundo uma das coordenadoras, sem o alvará não é possível dar andamento a outras etapas para construção, e segundo as promessas já deveria ter saído.

3 Responses

  1. Edmilson Rocha de Oliveira disse:

    FINALMENTE SAIU O ALVARÁ !!!!!!!

    Os integrantes do projeto habitacional Santa Terezinha III estiveram na prefeitura na manhã desta quarta-feira, 09, dando continuidade ao protesto iniciado na noite de ontem, terça-feira, 08 para reivindicar o alvará para iniciar a construção de 500 moradias no Jd. Salete, que segundo o movimento de moradia, está atrasado há nove meses.
    O prefeito Fernando Fernandes (PSDB) atendeu quatro coordenadores e quatro integrantes do movimento, por volta das 10h30 e o alvará sairá ainda nesta quarta-feira. Segundo uma das coordenadoras, Telma Pinto, o início da reunião foi tenso. “Ele ficou bravo porque estivemos na casa dele ontem, disse que não se vai na casa de ninguém, que casa é sagrado e é essa a nossa luta, para conquistar a nossa moradia. Depois de muita discussão ele disse que estavam faltando plantas, mas nossa assessoria técnica trouxe e mostramos para ele. Na quinta-feira foi nos dito que estava tudo redondo, então essa justificativa que ele deu não procede. E outra colocamos que ele errou porque havia nos prometido em janeiro que o documento sairia em 30 dias”, contou ao Jornal Hoje em notícias.
    Os coordenadores e alguns integrantes do movimento de moradia estão aguardando na prefeitura até a emissão do esperado documento. “Pode demorar, mas só vamos sair daqui hoje com o documento em mãos”, disse Lucélia Santos. e no final da tarde finalmente o Documento tão esperado por todos foi emitido…

  2. Antonio disse:

    eu também sou um dos cotista deste projeto e estava também no movimento . E aquele grito de excluído, de ser privado do direito de ir e vir que vocêS ouvirão ontem, que não somos bandidos, que estamos aqui lutando pelo nosso direito que está na constituição eu também faço isso e estou sendo privado por essas mesmas pessoas que vocês vem eu e mais 149 famílias porque não concordamos com cobrança indevidas, esse monte de GCM que vcs virão na rua ontem foi a mesma quantidade que chamam quando eu vou nas assembléias dentro de um espaço publico pra eu não participar, sem contar que pela mesma GCM a pedido deles eu e a Joselina fomos tirado a força de dentro da CÂmara Municipal de Taboão da serra algemados no camburão daq ROMU e levado pra delegacia e ficamos das 20:00 as 05:00 da manhã e quando saiu o boletim a vítima não era quem o chamou e sim a GCM acredito eu que este alvará não saiu ainda por falta de competência de quem elaborou pois pra propria caixa economica federal segundo falaram na reunião da CAO E CRE que a questionou da sacada e banheiro que não tinha espaço para o cadeirante acessar e girar e dizem que a arquiteta respondeu que o cadeirante vai até a sacada e volta de costa, O Programa minha casa minha vida é lindo e maravilhoso essas pessoas que estão a frente que estão fazendo essa bagunça com o projeto pois desde 2013 está liberado a verba e eles ficam segurando pra arrancar dinheiro das famílias, eu fazia parte da comissão CAO e CRE me esxpulsarão por não concordar em tirar dinheiro das famílias essa diretoria não está nem ai pra os cotista e sim pra empresário como o Soares, ex dono do terreno, Assessoria técnica que inserirão no projeto sem consultar outras por segundo a Terezinha se abrissem concorrência pra da orçamento e pegando dinheiro das famílias pra adiantar pagamento que já é incluído no projeto, diz ser sem fins lucrativos e criarão salários pra eles mesmo coisas que é contra até o próprio estatuto do Família Feliz e pra demanda pagar, dizem pagar sete mil reais de aluguel de uma casa e a demanda é quem paga, se alugou outro espaço pra que manter o aluguel do outro espaço, fizeram um muro antes de terra planagem que também já é incluido no projeto a demanda desembolsaram 50.000 e detalhes da demanda duvido que 10% sabe a verdadeira história desse projeto são enganados e usado por esse povo e enganam a imprensa falando de contra partida pois a contra partida acabou em janeiro de 2014 que foram 520.000 era 300.000 más não sei como acrescentarão mais 220.000 e nós pagamos hoje não existe mais nada de contra partida.

  3. Edmilson Rocha de Oliveira disse:

    Á Todos que lutam por um direito constitucional “Moradia” tenham o meu respeito, o Sr. Prefeito que parece que luta contra esse direito tenha o meu desprezo. Não queremos nada de graça, e sim vamos pagar por que nos vai ser concebido por direito, parece que se a situação fosse causada por uma empresa de Construção Particular, nada disto estaria acontecendo, você não visualiza na cidade de Taboão da Serra ou Outra Cidade do Brasil Construtora particular com problema na aquisição de um Simples Alvará para Construção. O problema é Social e eles da Administração Publica, transformam a situação em um problema Politico e Financeiro de interesse próprio. Solicito de coração que a administração publica de Taboão da Serra – SP, coloquem a mão na consciência e liberem toda documentação necessária para construção imediata deste empreendimento. “Depois Mandem todos da Assessoria Estratégica Politica embora, por incompetência na gestão atual, sabendo que essa situação atual só leva ao enfraquecimento da popularidade do atual do Prefeito para as próximas eleições”.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online