Home » Todas as notícias » “Não tem a menor chance” de pedir desculpas a Bodinho e Nóbrega, diz prefeito Fernando

“Não tem a menor chance” de pedir desculpas a Bodinho e Nóbrega, diz prefeito Fernando

Por Allan dos Reis, no Parque Monte Alegre

O prefeito Fernando Fernandes (PSDB) continua centrando suas críticas à crise política em sua base governista, que se tornou pública durante a noite da última quarta-feira da semana passada, ao vereador Eduardo Nóbrega (PSDB), minimizando a confusão que houve em seu gabinete com Alex Bodinho (PPS).

Fernando centraliza críticas a Eduardo Nóbrega, a quem acusa de manipular os outros vereadores.

Fernando centraliza críticas a Eduardo Nóbrega, a quem acusa de manipular os outros vereadores.

“Estou mais crítico ao Eduardo Nóbrega, muito sinceramente. O Alex Bodinho é um neófito [principiante] na política. Um rapazinho que entrou na política pelas minhas mãos. É um neófito na política. Eu até entendo que ele possa cometer erros. Eu não entendo é o Eduardo [Nóbrega] comer erros dessa gravidade. E ele aquele que capitania [chefia] toda essa [briga]”, diz Fernandes.

Na coletiva no comitê da candidata Ely Santos, os vereadores que se intitularam do “Bloco Independente e Harmônico” na Câmara Municipal impuseram como condição que o prefeito se desculpasse com os vereadores.

“As condições que eles colocaram é que eu teria que pedir desculpas para o Bodinho, desculpas para o Eduardo. Aliás, a primeira condição é que eu teria que demitir a [secretária de saúde] Raquel [Zaicaner], demitir o Doriana [assessor que participou da confusão no gabinete], para minha surpresa o [secretário de cultura Wanderley] Bressan e o Carlinhos do Leme ser o presidente da Câmara. Essa foi à primeira condição. Eu pediria desculpa com a maior humildade, tivesse eu culpa. Sem culpa, seria uma desfaçatez da minha parte. Seria um desrespeito com esse grupo político que me acompanha”, completou o prefeito, que tinha ao seu lado vereadores, que o apoiam.

No fim da tarde desta segunda (3), os cinco vereadores Alex Bodinho (PPS), André Egydio (PSDB), Carlinhos do Leme (PSDB), Eduardo Nóbrega (PSDB) e Érica Franquini (PSDB) negaram qualquer tentativa de golpe contra o prefeito e reafirmaram que “as verdadeiras razões” do bloco se deu em virtude “da tentativa de agressão ao Alex Bodinho pelo prefeito Fernando Fernandes”.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online