Home » Política, Todas as notícias » No Intercap, Fernando garante bilhete único com subsídios da prefeitura

No Intercap, Fernando garante bilhete único com subsídios da prefeitura

Por Allan dos Reis, na Cidade Intercap, em Taboão da Serra

O candidato Fernando Fernandes (PSDB) caminhou na região do Intercap neste sábado, dia 11, e garantiu que vai implementar o bilhete único em Taboão da Serra, que hoje tem a tarifa (R$ 3) mais cara do Brasil. E para colocar o projeto em funcionamento, o candidato terá que subsidiar as empresas de ônibus com recursos públicos.

“Nós vamos ter que destinar um recurso para subsidiar parte do bilhete único. É natural. A gente não pode vir com uma loucura e quebrar as empresas. Nós temos que destinar parte do orçamento para subsidiar isso”, diz Fernandes, sem dizer ao certo quanto isso custará por ano. “Nós precisamos ter um número de passageiros real para poder comprometer o orçamento”, completa.

Fernando Fernandes posa para fotos em caminhada na Cidade Intercap.

Durante a caminhada o candidato também prometeu restringir ainda mais a circulação de veículos pesados no município nos moldes da capital paulista, que proíbe a circulação de caminhões.

Para a moradora do bairro Dona Célia, a principal reivindicação é a “demora” do Circular 3. Ao reclamar do valor do IPTU ao candidato tucano explicou que vai baixar o valor do imposto e cutucou os seus concorrentes, Aprígio e Wagner. “Pergunte a eles se votaram no aumento do IPTU”, provocou.

Como o projeto foi aprovado na época por unanimidade pelos vereadores, o Taboão em Foco questionou a opinião do tucano em relação aos outros políticos, incluindo aqueles que hoje apóiam a sua candidatura.

“Cada um responde pelo o que fez. Aliás, na época eu conversei com todos aqueles vereadores ligados a mim. E eu achava um equívoco eles votarem o IPTU. Eu tenho que ser coerente com a minha posição contra esse aumento”, disse Fernando.

Curiosamente, um dos articuladores da aprovação na época foi o vereador Paulo Félix, hoje no PMDB, mas que era filiado ao partido de Fernandes, o PSDB, e ocupava o cargo de líder do governo Evilásio na Câmara.

Já o pedido de uma comerciante foi mais ousado. Após dizer que a cidade está horrível, ela questionou se a ‘corja’ do Evilásio iria continuar no governo. O candidato foi rápido na resposta e garantiu: “Nenhum”.

Até o fim desta semana, o candidato deve apresentar de forma oficial o seu plano de governo com as principais ações a serem executadas no período de quatro anos.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online