Home » Política, Todas as notícias » No meio de outros projetos, vereadores de Taboão aprovam projeto de lei misterioso

No meio de outros projetos, vereadores de Taboão aprovam projeto de lei misterioso

Por Gilmar Júnior, no Jardim Helena

A sessão realizada nesta terça (15) na Câmara dos Vereadores em Taboão da Serra teve a aprovação de um pacotão de projetos de lei, entre eles um “projeto fantasma”, já que não foi revelado o seu teor. Apesar de a sessão ter sido prorrogada por duas vezes, devido aos longos discursos dos parlamentares sobre os assuntos que permearam o dia legislativo, os projetos de lei, votados em bloco, ao final da sessão tiveram poucas explicações.

Vereadores de Taboão da Serra votaram projeto sem ler ou estão escondendo algo? (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

Vereadores de Taboão da Serra votaram projeto sem ler ou estão escondendo algo? (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

Dos cinco projetos aprovados na votação em bloco, apenas dois estavam na ordem do dia. Sendo um de autoria do vereador André Egydio (PSDB), sobre a concessão da isenção de IPTU (Imposto sobre Propriedade Territorial Urbana) aos imóveis utilizados/alugados por igrejas e/ou templos religiosos, e outro projeto de autoria do vereador Ronaldo Onishi (SD) sobre a instituição da campanha contra trotes telefônicos aos serviços públicos de emergência.

Três projetos entraram em votação sob o caráter de regime especial. O vereador Professor Moreira (PT) apresentou um que coloca o Dia do Capoeirista no calendário oficial de eventos da Prefeitura Municipal, com data comemorativa no dia 25 de novembro. Já o outro projeto, de autoria do líder do governo na Câmara, o vereador Eduardo Nóbrega (PR) que apenas trocou o artigo 1º acerca da data de comemoração do Dia dos Desbravadores.

Porém, há ainda um projeto misterioso que não foi falado, mas que foi aprovado. O Taboão em Foco conversou com dois vereadores – um da base e outro da oposição – para comentarem os projetos apreciados nesta terça-feira e nenhum deles conseguiu lembrar deste quinto misterioso projeto. Durante a sessão, o vereador e presidente da Câmara, Cido Alves (DEM), foi questionado sobre o projeto, mas afirmou que o mesmo carecia de correções ortográficas, sem citar do que se tratava.

One Response

  1. Jota disse:

    Nós funcionários Públicos de Taboão da Serra esparamos que esse projeto de lei fantasma não seja o Plano de Cargos e Carreiras e Estatuto ,que está ainda em discussão entre os FUNCIONÁRIOS .

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online