Home » Política, Todas as notícias » Notinhas da Semana

Notinhas da Semana

EU VOLTEI!!

Em período eleitoral tudo é muito perigoso. Mas a pedido de nossos leitores, a coluna “Notinhas da Semana” está de volta.

ME ENGANA QUE EU GOSTO

O MTST garante ter saído vitorioso da manifestação em frente a prefeitura de Taboão da Serra há poucos dias porque garantiu, entre outras coisas, o aumento do bolsa-aluguel para R$ 300 a partir do ano que vem. Porém, em março deste ano, os vereadores aprovaram o reajuste para R$ 400 [lembra?].

FIM DA LOUCURA

Em um de seus discursos, o prefeito Evilásio cogitou a possibilidade de Taboão da Serra abrigar alguma das seleções durante a Copa de 2014. Claro, ninguém, além dele, acreditou nesta possibilidade. Agora a loucura acabou já que as cidades que continuam no páreo foram divulgadas, Clique e confira quais são elas.

HOMÔNIMO

Quem abre o Diário Oficial do Município 429 se depara com a nomeação de uma servidora que tem o mesmo nome de uma das acusadas de fraudar os cofres públicos em 2011 no famoso escândalo do IPTU. Apesar da semelhança no nome, são pessoas diferentes até porque os acusados estão proibidos de assumirem cargo público até o fim do processo. Mas a boataria foi geral.

LEGISLAÇÃO

O site de consulta da legislação de Taboão da Serra está fora do ar há mais de 10 dias.

EU PROMETO

Uma das principais atribuições do vereador é fiscalizar o prefeito, mas curiosamente até agora os candidatos evitam usar essa palavra. Preferem prometer hospitais, creches, mais segurança e se aproveitam até de projetos já existentes ou em processo final de implantação.

SIMPATIA

Uma candidata a vereadora abordou uma moradora que estava no quintal de casa em uma de suas caminhadas e perguntou se ela aceitava o seu material de campanha. Toda educada, a mulher disse “sim” e ao receber o material com a foto e breve relato da postulante não teve dúvidas…. rasgou bem miudinho o material. Sem estardalhaço a caminhada continuou.

CAMPANHA DIGITAL

Meses antes de iniciar oficialmente a campanha eleitoral, a equipe do candidato tucano a prefeito teve um trabalhão para criar sites (blogs) a todos que postulavam disputar as eleições. Passado um mês em que a campanha começou oficialmente, o que vemos nas páginas dos candidatos é um total estado de abandono. [Aqui] [Aqui]. Essa é mais uma prova que produzir conteúdo não é tão simples assim.

QUERO DORMIR

A criatividade (?) dos candidatos taboanense para compor suas musiquinhas chatas e irritar a todos através dos carros de som também tem deixado muita gente com sono, principalmente aqueles que trabalham no período noturno.

NEM TCHU, NEM TCHA

A milionária campanha do prefeito Serra em São Paulo pagou mais de R$ 100 mil aos autores do hit ‘eu quero tchu, eu quero tcha’. Em Taboão da Serra, acredita-se que o valor arrecado deve(ria) ser ainda maior. Afinal, essa é a eleição do ‘tchu tcha tcha’ nos carros de som.

VOTE NO RUSSOMANO?

Alguém pode explicar o que um candidato a vereador em Taboão da Serra vai fazer na caminhada do candidato a prefeito de São Paulo?

VICE 1

Enquanto o candidato a vice Laércio Lopes esteve afastado das ruas devido a uma pequena cirurgia no olho, o candidato a prefeito Fernando Fernandes teve que conter a tentativa de alguns correligionários que o pressionavam para trocar o vice.

VICE 2

De volta as ruas, Lopes usou a internet para agradecer quem torceu por sua melhora e ironizar agradecendo de forma especial aos que torceram para que ele “NÃO VOLTASSE”.

DESCONTENTAMENTO

Oficialmente os candidatos a vereador do PSB se negam a falar, mas os ‘da antiga’ estão completamente descontentes com o apoio que recebem nesta campanha. Eles acham que foram deixados em segundo plano pelo candidato Aprígio.

RECEPTIVIDADE

Tirando algumas exceções, a receptividade dos eleitores aos candidatos a prefeito de Taboão da Serra até que surpreende. Aprígio, Fernando e Stan estão nas graças do povo que abraça, conversa e tira fotos. Mas a empolgação termina logo após o corpo a corpo.

SACRISTÃO VERMELHO

Já faz tempo, mas vale o registro. Ao informar a primeira caminhada da campanha de Aprígio (PSB) em um domingo, no Parque Marabá, o coordenador-geral Irineu Casemiro (PT), preocupado em não causar antipatia entre fiéis, recorreu ao “camarada” presidente do PC do B, Toninho. “Estou perguntando aqui para um comunista se tem missa lá No horário”, falou, arrancando risos. Nesta sexta, dia 10, Aprígio volta a pedir voto na região.

CRAVO E FERRADURA 1

No bairro onde primeiro morou em Taboão, por 32 anos, ao chegar de Alagoas, no Jardim Silvio Sampaio, lugar de que fez questão para dar largada à campanha, Aprígio foi recebido calorosamente por ex-vizinhos, tendo ouvido poucas queixas e tímidas. No entanto, em uma casa, as moradoras, apenas movidas pela sinceridade e franqueza, descreveram o candidato em um roteiro que o fizeram transitar do céu ao inferno da política.

CRAVO E FERRADURA 2

“Antes de ele ser vereador, sempre foi uma pessoa simples”, disse a dona de casa, na vez do afago. “É verdade que nunca fez nada para o bairro dele”, emendou, com ar de fogo amigo. “Mas como prefeito pode fazer”, “consertou”. A filha, na mesma toada. “Ele não esquece o nome das pessoas de onde morou. Ele ficou rico, mas continua humilde”, disse, em um perfil de encher os olhos de gregos e troianos – apoiadores e adversários.

TROMBADA 1

A relação melhorou muito, mas no primeiro fim de semana de campanha PSB e PT caminharam às cotoveladas. Em grande número, correligionários de uma candidata a vereadora gritavam o nome dela. Pra quê? Petistas atrás também do voto, mas em silêncio, não gostaram e falaram para os apoiadores pararem. Um membro da campanha esbravejou, e a candidata teve de intervir. “Não tem como evitar [manifestação]”, disse depois o rapaz.

TROMBADA 2

Não muito tempo depois, no mesmo corpo a corpo, a candidata a vereadora aproveitou a abordagem do prefeiturável em um ponto de ônibus para também cumprimentar eleitores e pedir o voto, quando um petista de alta plumagem ficou de propósito na frente e impediu o registro do fotógrafo, que se queixou da atitude. Ela percebeu. “Você viu, as pessoas até param na minha frente para eu não sair na foto”, comentou com o repórter.

TROMBADA 3

“Aprígio é um diamante em estado bruto, precisa ser lapidado, mas está melhorando”, disse um candidato à vereança pelo PSB sobre a desenvoltura dele ao pedir voto. “Só a coordenação está batendo cabeça”, disparou, na primeira caminhada, com pouca organização e candidatos e correligionários espalhados.

DESPERTADOR

Na caminhada de Aprígio e candidatos a vereador pelo Parque Marabá, a vice-prefeita Márcia (PT), que concorre a uma cadeira da Câmara, fez uma saudação ao estilo militante, em tom de convocação para os moradores saírem às ruas durante a passagem da coligação. “Bom dia para quem já acordou, bom dia para quem vai acordar agora”, ecoou. Embora tenha sido diretora no bairro, foi um teste de risco em pleno domingo de manhã.

COMIGO MESMO

No bairro, após discursos pouco empolgantes de colegas candidatos a vereador para levantar o nome de Aprígio, Erica da Enfermagem (PDT) chamou a atenção pela fala articulada, vibrante e pontuada por elogios ao prefeiturável, a quem chamou de “pessoa humilde, com passado limpo”. “Estamos cansados de pessoas desonestas”, disse, em postura que incomoda. Coincidência ou não, teve comitê assaltado e foi agredida, dias depois.

DIRETO AO PONTO

No Parque Pinheiros, Aprígio pedia voto num salão de beleza, inclusive com o “portfólio” de que como presidente de cooperativa administra com responsabilidade e é um empreendedor bem-sucedido, e era ouvido com atenção e simpatia por uma eleitora. Até que veio o comentário de desconsertar político que surrupia a gestão pública. “O senhor também já tem [dinheiro], não tem por que tirar”. Ele seguiu com o desfile de propostas.

ENCONTRO FAMILIAR

Já na região central, o candidato Aprígio também entrou em um salão de beleza e acabou encontrando uma de suas filhas que pintava as unhas e arrumava o cabelo. Um cabo eleitoral cochichou a outro: ‘Ela não devia estar na caminhada?’

ME INCLUA FORA DESSA

No Jardim Três Marias, Fernando Fernandes (PSDB) não escapou do desabafo de uma moradora, que disse estar “chateada” com o aumento do IPTU. Ela fez o questionamento de que como podia votar no candidato se ele apoiava postulantes a vaga na Câmara ou encabeçava coligação em que estão políticos que apoiaram a grande alta do imposto em 2010. “Não estou apoiando ninguém, estou apoiando a mim”, respondeu o tucano.

OPORTUNISMO

Os candidatos já perceberam que uma das principais reclamações dos cidadãos é voltado ao valor abusivo do IPTU. Porém, o que está difícil de engolir é ver nas propostas de vereadores (e de quem eles apóiam para Câmara) a ideia de revisar o IPTU. Ora ora, os vereadores foram cúmplices do prefeito e aprovaram a correção da PGV sem ressalvas. Não lembra? Relembre!

MERRECA

Em época de campanhas milionários, sacudir a bandeira embaixo de sol ou tomando chuva rende pouco mais de R$ 600 mensais. Pelo menos tem direito a um lanchinho ao longo do dia.

DOSE DUPLA

Olívio Nóbrega e Paulo Félix tiveram os seus indicados livres nomeados exonerados da prefeitura e agora prometem infernizar a vida do prefeito Evilásio na Câmara. Sem liderança na casa, resta saber quem será o vereador a defender o mandatário.

ESTRADA KIZAEMON TAKEUTI

 

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online