Home » Política, Todas as notícias » Oposição apresenta nova denúncia contra o prefeito Fernando por viagem ao exterior; base rejeita

Oposição apresenta nova denúncia contra o prefeito Fernando por viagem ao exterior; base rejeita

Por Gilmar Júnior, no Jardim Helena

Mais um dos pedidos de afastamento protocolados pelo presidente do PC do B de Taboão da Serra, Toninho, foi rejeitado na noite da última terça-feira (9). Desta vez, a denúncia delatava uma suposta quebra de decoro, pois, segundo o documento, o prefeito Fernando Fernandes foi à Itália e não comunicou por escrito à Câmara Municipal, contrariando a lei 66 da Lei Orgânica Municipal. Como ocorreu nas sessões anteriores, o pedido teve apoio da oposição e foi rejeitado e desdenhado da base aliada ao governo.

Eduardo Lopes diz que denúncias contra prefeito viraram "palhaçada".

Eduardo Lopes diz que denúncias contra prefeito viraram “palhaçada”.

“Isso aqui está virando um circo seu presidente. Essas pessoas que estão aqui querem que a gente trave embate mais contundentes, vote projetos que possa gerar benefícios para elas. Quando a gente escuta uma denúncia dessa… isso aqui é circo. O artigo 66 da Lei Orgânica diz claramente ‘o prefeito e o vice-prefeito não poderão sem a licença da Câmara ausentar-se do município pelo período superior a 15 dias. Isso é uma palhaçada. Me nego a discutir”, afirma o vereador Eduardo Lopes (PSDB) que questionou os parlamentares se “vão pedir o impeachment do prefeito por ter ficado 14 dias fora ?”.

O vereador Professor Moreira (PT) defendeu a denúncia, não propriamente, conforme explica, pela viagem em si, mas por não avisar. “De fato, a Lei Orgânica diz que o prefeito não precisa comunicar a não ser depois do 14º dia. Porém, a Constituição Federal preconiza que para fora do país o prefeito tem que comunicar a Câmara. Ele não está acima da lei. Até a presidente da república tem que comunicar se for sair. Isso é Constituição Federal de 1988. Vale para todos os poderes federativos da União e a prefeitura não está fora disso. No mínimo o prefeito deveria ter encaminhado uma comunicação a vossa excelência”, discursou.

Na defesa do prefeito, o líder do governo Eduardo Nóbrega (PR) disse que o presidente Cido (DEM) foi informado da viagem, fato confirmado pelo vereador democrata.

MOREIRA DISPARA CONTRA SECRETÁRIO DE SEGURANÇA, GERSON BRITO: “QUERO VER SE ELE É HOMEM MESMO”

Professor Moreira dispara contra secretário de segurança. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

Professor Moreira dispara contra secretário de segurança. (Foto: Cynthia Gonçalves / CMTS)

Ainda durante seu discurso, Moreira aproveitou os 15 minutos que tinha disponível para atacar o secretário de Segurança Gérson Brito. Moreira relatou que Brito estaria tentando mandar na cidade.

“Um aventureiro de São Paulo que vem para cá achando melhor que a lei. Manda ele na periferia desarmado, que eu vou cantar a música do Bezerra da Silva para ele que ‘com o revólver na mão é um bicho feroz. Sem ele anda rebolando e até muda de voz’.

Hoje um carro passando um som anunciando uma corrida de pedestre. Parou uma viatura da Guarda – GCM (Guarda Civil Metropolitana) – sem falar nada, nem instruiu a baixar o som. O carro estava a 105 decibéis – o limite é 80 – poderia ter pedido para abaixar o som, mas não, simplesmente falou que estava apreendido e que a ordem era do secretário”, esbravejou.

É válido lembrar que na audiência da segurança realizada em abril deste ano, o secretário de segurança e o vereador trocaram ataques pessoais na frente de uma plateia de mais de cem GCMs. Moreira pediu para o secretário rever o trato que com a Guarda, já que o parlamentar disse ter conhecimento que Brito estaria repreendendo os guardas pelo rádio na frente de toda a corporação de maneira constrangedora.

Gerson Brito foi alvo de críticas do vereador Moreira. (Foto: Arquivo)

Gerson Brito foi alvo de críticas do vereador Moreira. (Foto: Arquivo)

O secretário não deixou por menos e falou que antes do vereador Moreira pedisse educação ele também teria que ter, já que esteve em um caso de abordagem da Guarda Municipal em um episódio que envolveu um sobrinho do petista.

Em resposta ao vereador, o Líder do Governo e presidente da Comissão Permanente de Segurança, Eduardo Nóbrega (PR) afirmou que vai solicitar uma reunião na Câmara para apurar as informações junto ao secretário.

 

2 Responses

  1. Beto disse:

    Parece dois mundos diferentes, um é o nosso real,outro da classe política.Poderia comentar toda essa baixaria mas Moreira,o fato de vim de São Paulo pelo menos evita mentalidade provinciana outra coisa você deve morar em bairro onde de alguma forma não passa carro de som ou é do ramo porque falando em São Paulo, lá é proibido carro de som.

    Que desgosto.

    O Allan,eu acho que nossa classe politica não lê revistas locais ou fingem que não leem porque gostaria muito de ver esse vereadores explicamdo-se.

  2. AndreDias disse:

    so não consigo entender Eduardo Nobregas se e cituaçao ou oposiçao?

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online