Home » Todas as notícias » Paratletas taboanenses se destacam no Campeonato Paulista de bocha adaptada

Paratletas taboanenses se destacam no Campeonato Paulista de bocha adaptada

Por Ricardo Lima, da PMTS

Os paratletas taboanenses Danilo Xavier, Rubens de Oliveira e Evani Calado, da Associação Paradesportiva para Todos (APT) que tem o apoio da Prefeitura de Taboão da Serra, através da Secretaria de Esportes e Lazer, conquistaram duas medalhas de prata na classe BC3 individual e pares, do Campeonato Paulista de Bocha realizado no último sábado, 1º de dezembro, no Centro de Treinamento Paraolímpico, em São Paulo.

O torneio contou com a participação de atletas das cidades de São Paulo, Taboão da Serra, Mogi das Cruzes, Suzano, Caraguatatuba e Itapevi, da primeira Divisão da Bocha na categoria BC3 que são pessoas cadeirantes com grau de maior comprometimento (deficiências muito severas). A competição teve a presença do atleta Dirceu Pinto, campeão mundial e prata nas Olimpíadas.

Atletas da APT conquistaram diversas medalhas no Campeonato Paulista de Bocha. (Foto: Divulgação)

Atletas da APT conquistaram diversas medalhas no Campeonato Paulista de Bocha. (Foto: Divulgação)

O paratleta Danilo Xavier na classe BC3 individual ficou na segunda posição. Na categoria BC3 pares, os paratletas taboanenses Rubens de Oliveira, Danilo Xavier e Evani Calado, conquistaram o segundo lugar. A Associação Paradesportiva para Todos terminou na terceira colocação no ranking geral.

A Bocha é uma modalidade que abre portas para pessoas com grau severo de comprometimento motor e/ou múltiplo e está em mais de 50 países em todo o mundo. Ela pode ser jogada individualmente, em duplas ou em equipes, e é mista – homens e mulheres competem juntos e igualmente.

Logo após a etapa final do paulista, os paratletas da Associação Paradesportiva para Todos já iniciaram os treinos para a disputa do Campeonato Brasileiro Individual, Pares e Equipes do Circuito Loterias Caixa que será realizado entre os dias 13 e 17 de dezembro no Centro de Treinamento Paraolímpico, em São Paulo.

A APT é conhecida por disputar a Bocha adaptada que é uma modalidade paralímpica que possui quatro categorias, que recebem os nomes de BC1, BC2, BC3 e BC4. Na classe BC3, o atleta conta com o auxilio da caleira que ajuda o competidor através de um dispositivo para movimentar a bola. Este ano, a equipe taboanense disputou competições de natação e petra, para atletas com paralisia cerebral.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentario

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online