Home » Política, Todas as notícias » PC do B ‘espera’ definição do PT, mas já decide voltar a apoiar Aprígio, do PSB

PC do B ‘espera’ definição do PT, mas já decide voltar a apoiar Aprígio, do PSB

Por Adilson Oliveira e Allan dos Reis, em Taboão da Serra

O presidente do PC do B de Taboão da Serra, Antônio Gomes, o Toninho, disse na manhã desta terça-feira, dia 26, ao Taboão em Foco que o partido continua a apoiar a pré-candidatura do petista Wagner Eckstein, mas deve desistir da aliança para aderir, de novo, ao pré-candidato do governo, Aprígio (PSB). Nesta quarta-feira, os comunistas participam de reunião com siglas governistas para uma definição. “A decisão sai amanhã”, disse.

Ele disse aguardar se o PT mantém ou não candidatura própria, após intervenção da cúpula nacional em costura de aliança em favor do PSB. “Hoje, e se não mudar nada, continuamos no apoio ao PT. Mas se o PT retirar, o caminho a seguir é apoiar o companheiro Aprígio, é o caminho natural do PC do B”, declarou. A sigla tinha migrado para o PT após promessa de R$ 200 mil para campanha e três secretarias em caso de vitória.

Indagado se acredita que o PC do B desista do PT e volte a apoiar Aprígio, Toninho disse “acredito”, apesar de afirmar que a decisão não está tomada. Questionado sobre a expectativa, não quis comentar. “Eu acredito em Jesus Cristo e ponto”, desconversou. Conforme apurou a reportagem, porém, o partido já está fechado em aderir ao prefeiturável do PSB em razão de a pré-candidatura de Wagner não ter crescido como esperado.

Toninho (1º dir.) e o líder Aldo Rebelo (1º à esq.), em evento entre petistas, quando o PC do B apoiava Aprígio, com quem volta a compor (Foto: Adilson Oliveira/Taboão em Foco - 14.abr.12)

Como mostrou o TF, Toninho admitia que o PC do B, interessado em qualquer aliança para ganhar a eleição, poderia abandonar o PT, que só conseguiu novo apoio do PTN. “Pode mudar, e um dos fatores é a estagnação da candidatura [Wagner], a não adesão de mais partidos, o que fez que mudássemos do Aprígio. Não posso frustrar sonho dos pré-candidatos, […] colocando o partido num rumo onde não tem ninguém ou […] vai perder.”

A estagnação é apontada inclusive por petistas, que falavam ontem da adesão do PT aos socialistas, à espera apenas de oficialização. “O companheiro Wagner não deslanchou, e como o acordo para apoio do PSB em São Paulo [ao petista Fernando Haddad] inclui Taboão, a situação não é favorável a candidatura própria. Ele está chateado, é normal, por conta do esforço em se lançar”, lamentou um líder petista, sem querer ser identificado.

O PT de Taboão, contudo, nega. A vice-prefeita Márcia Regina (PT) fez críticas por ter que “desmentir”, mais uma vez, o que chamou de “boataria” e reafirmou a postulação petista à sucessão. “A candidatura do Wagner está mantida. Vocês estão falando isso [que o PT apoiaria o PSB] há mais de um mês e até agora nada”, disse. O partido está rompido com o prefeito Evilásio Farias – da sigla de Aprígio –, que demitiu comissionados petistas.

One Response

  1. Mauro disse:

    Esse Toninho só quer se aparecer mesmo … Quem oferecer mais dinheiro leva …

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online