Home » Política, Todas as notícias » Prefeitura confirma dívida de R$ 78 milhões na gestão Evilásio e faz comparação com o governo Fernando Fernandes

Prefeitura confirma dívida de R$ 78 milhões na gestão Evilásio e faz comparação com o governo Fernando Fernandes

Por Allan dos Reis, direto da Redação

A Secretaria de Comunicação de Taboão da Serra divulgou no início da manhã desta terça-feira, dia 11, uma nota oficial onde confirma a dívida de R$ 78 milhões da prefeitura municipal na administração do prefeito Evilásio Farias (PSB) com fornecedores, TaboãoPrev (previdência dos servidores), Sabesp, Eletropaulo, além de restos a pagar (despesas empenhas e não pagas até o dia 31 de dezembro de 2011). Taboão tem ainda, segundo a nota, mais R$ 32 milhões de empréstimo para canalização dos córregos do município.

Prefeitura de Taboão da Serra detalha a dívida da atual e da antiga administração municipal. (Foto: Reprodução)

Para tentar minimizar a dívida que ficará para o seu sucessor Fernando Fernandes (PSDB), a nota afirma que “75% das cidades médias e grandes do país passam por dificuldades financeiras e os prefeitos deixarão dívidas para seus sucessores” e cita a capital paulista como exemplo deve deixar dívida referente a dois orçamentos, enquanto a dívida de Taboão representa apenas 18,5% da receita até outubro que ficou em R$ 421 milhões.

Evilásio (esq) ataca dívida do ex e futuro prefeito Fernando Fernandes para justificar dívida de R$ 78 milhões nas contas da prefeitura de Taboão da Serra (Foto: Arquivo / Outubro 2010)

Foi com esta forma de cálculo que a atual administração se queixa da “herança maldita”, expressão utilizada à época, do ex-prefeito Fernandes, e que reassume no início de 2013 após sair vitorioso nas eleições de outubro. “Segundo o levantamento, o total da dívida da Prefeitura no exercício de 2004 era de R$ 59 milhões, o que representava 36,7 % da receita do município no valor de R$ 161 milhões”, afirma.

Apesar da dívida, a prefeitura afirma que vai deixar dinheiro para investimentos do próximo prefeito. “Pela primeira vez na história de Taboão da Serra, um prefeito entrega o governo com um saldo para novos investimentos no valor de R$ 222 milhões, provenientes de contratos com o governo Federal, SABESP e precatórios”, provocou.

A nota encerra com um tom pessimista do governo Evilásio que reconhece a queda nas receitas e a dificuldade de fechar as contas. “A Prefeitura esclarece ainda que apesar da sensível queda na arrecadação do município no último ano, está fazendo o possível para honrar todos os seus compromissos”, encerra.

CLIQUE E VEJA A NOTA OFICIAL COMPLETA

TABOÃOPREV

Nesta terça-feira, dia 11, às 16 horas a Câmara de Taboão faz uma sessão extraordinária para discutir um possível afastamento do prefeito Evilásio por não ter repassado o dinheiro à autarquia. A prefeitura reconhece que deve mais de R$ 10 milhões a ela, mas afirma que também tem a receber mais de R$ 6 milhões da TaboãoPrev.

OUTRO LADO

Procurado pela reportagem do Taboão em Foco, o prefeito eleito Fernando Fernandes disse através de sua assessoria que não iria polemizar a respeito do tema, mas fez um questionamento. “Pede para o repórter perguntar se o [prefeito] Evilásio vai cumprir a lei de responsabilidade fiscal”. A reportagem encaminhou a pergunta à assessoria de imprensa da prefeitura, que até a publicação desta matéria não respondeu.

Já curtiu o Taboão em Foco no Facebook?

One Response

  1. Como que uma cidade com a receita orçamentária no valor de R$ 421.158.688,24 NÃO CONSEGUE pagar dívidas no valor de R$ 77.892.469,74???????? Que representava apenas 18,49% da receita. Graças a Deus a maioria da população se conscientizou e elegeu o nosso atual prefeito Fernando Fernandes, que pretende não apenas liquidar todas as dívidas deixadas pelo governo do Evilásio, mas também deixar um saldo de 222 milhões para novos investimentos.
    BONS ADMINISTRADORES FAZEM A DIFERENÇA!

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online