Home » Política, Todas as notícias » Prefeitura de Taboão anula demissão de Maurício André do cargo de médico

Prefeitura de Taboão anula demissão de Maurício André do cargo de médico

Por Allan dos Reis, Direto da Redação

Prefeitura de Taboão cancela demissão do médico Maurício André e aplica suspensão de 60 dias, que já foram cumpridas. (Foto: Arquivo)

A prefeitura de Taboão da Serra publicou no Diário Oficial 476 aportaria assinada pelo prefeito Fernando Fernandes que anula a portaria 196, de fevereiro de 2012, que demitiu por justa causa o servidor e ex-vereador Maurício André do cargo de médico sob a alegação de não cumprir integralmente às 40 horas semanais no serviço público. Com a demissão, o médico, e político, foi barrado pela lei da Ficha Limpa e apesar de fazer campanha a vereador pelo PSDB não teve os seus 1.643 votos validados nas eleições de 2012.

À época, André admitiu ao Taboão em Foco que não cumpria o horário previsto e deixou o processo correr a revelia. Porém, com a possibilidade de ser barrado para disputar as eleições, ele entrou na justiça com um “pedido de reconsideração”, mas teve a sua candidatura impugnada.

“Eu tinha razão. Você percebeu que foi uma coisa injusta. Foi uma coisa plantada pelo [ex-prefeito] Evilásio”, afirma André.

Ele também afirma que a sua demissão foi por motivos políticos já que o mesmo fez uma denuncia contra o ex-prefeito Evilásio Farias aonde o acusava de usar dinheiro público para pagar advogados dos presos acusados de fraudar o IPTU.

A portaria informa também que o médico será reintegrado ao quadro de funcionários da prefeitura e que a penalidade fica convertida em suspensão de 60 dias, a contar do período da demissão, em fevereiro passado.

Porém, o médico diz que já pediu “exoneração do cargo por motivos pessoais” e não  descartou ocupar um cargo na administração desde que a carga horária seja mais curta que as 40 horas semanais.

Maurício André é um dos políticos mais experientes de Taboão da Serra. Foi vereador e presidiu a Câmara Municipal. Em 2008 foi candidato a vice-prefeito derrotado na chapa com atual prefeito Fernando Fernandes.

Atualizado às 16h20 do dia 29 de Abril e no dia 30 às 14h após ligação do médico que esclareceu que a sua demissão foi por pura perseguição política. Diferentemente do que constava no texto, Maurício isenta o antigo departamento jurídico, conforme constava na matéria.

6 Responses

  1. Ana Maria disse:

    Concordo plenamente com o comentário do PM acima, mas creio que esses GCM não apoiaram o atual Prefeito, tá ai a diferença concorda? Antes de abrir esse site deixei um comentário questionando exatamente isso, porque o Estatuto deve ser o mesmo para todos, sem privilégios para os seguidores e apoiadores do atual gestor. Um por ser médico é readmitido com quase um ano já demitido, e outros demitidos por receberem horas extras e não cumprirem, até onde vai chegar essas injustiças???

  2. Gomes disse:

    Para os amigos sempre há um jeitinho. FF exonerou também Wagner Eckstein por perseguição política na época. MA foi exonerado por ser fantasma na prefeitura e olha que ainda tem muitos ganhando grana sem trabalhar nesta gestão.

  3. DEBORA disse:

    BOA NOITE, GENTE.
    TIVE O PRAZER DE CONHECER E PODER TRABALHAR NO MESMO LOCAL QUE DR MAURICIO ANDRÉ, CONHECENDO ASSIM O OUTRO LADO DA HISTÓRIA…

    DR MAURÍCIO QUANDO ASSUMIU O CARGO ( ACONTECERA ANTERIORMENTE A ESSA NOVA GESTÃO), DEIXOU CLARO QUE NÃO HAVIA POSSÍBILIDADE DE CUMPRIR A CARGA HORÁRIA COMPLETA ( ATÉ ONDE SEI, CLARO).

    FOI FIRMADO DE BOCA UM ACORDO, ASSUMIRIA APENAS O PERÍODO QUE TINHA DISPONIBILIDADE, PORTANTO SERIA REMUNERADO DE ACORDO…

    OQUE HOUVE AÍ, FOI UM ERRO, FAZER ACORDO DE BOCA COM PESSOAS QUE MAIS TARDE TENTARIAM PREJUDICÁ-LO

  4. Claudio Souza disse:

    Realmente, Dias melhores virão.Gostaria muito de saber o que os eleitores de Taboão que votou em Fernando Fernandes acha disto, espero que a câmara de vereadores represente de fato o povo e anule estes absurdo. Mas duvido muito,sendo o presidente da câmara quem é. DUVIDO. Toma essa povo. Temos os representantes que merecemos!!!!!!!!!!

  5. Carlos disse:

    VAMOS POR PARTE O PROPRIO DOUTOR MAURICIO AFIRMOU A UM JORNAL SE O PREFEITO FOSE ELEITO A PRIMEIRA PROVIDENCIA SERIA ANULA A DEMISAO DESSE SUJEITO ESTOU ENTRANDO NO MINISTERIO PUBLICO CONTRA MAURICIO ANDRE AI IREMOS VER ATITUDE DA PROMOTORA E DO JUIZ COM ESSA PROVA MAURICIO TOME VERGONHA E PAGUE PELO QUE VC FEZ

  6. PM disse:

    Se eu entendi direito o proprio afirma segundo entrevista (André admitiu ao Taboão em Foco que não cumpria o horário previsto e deixou o processo correr a revelia)que não cumpria a carga horaria e o prefeito vai readmiti-lo? dois pesos e duas medidas, mandam dois GCMs embora e readmitem médico que lesava os cofres publicos?

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online