Home » Todas as notícias » Prefeitura de Taboão da Serra exagera ao podar árvores em vários bairros e recebe críticas

Prefeitura de Taboão da Serra exagera ao podar árvores em vários bairros e recebe críticas

Por Allan dos Reis, na região central, atualizado às 11h50 para inclusão da resposta da PMTS

As árvores de algumas das principais vias de Taboão da Serra estão sendo podadas de forma excessiva pela Prefeitura Municipal. Nesta quarta-feira (21), os cortes aconteceram na Rua Ernesto Capela (rua do 1º DP) e causou alvoroço. O mais curioso é que nesta também é celebrado o Dia da Árvore.

Árvores ficam seu suas copas após trabalho de poda realizada pela Prefeitura de Taboão da Serra.

Árvores ficam seu suas copas após trabalho de poda realizada pela Prefeitura de Taboão da Serra.

Além das críticas de muitas pessoas que passavam a pé e de carro, candidatos a vereador do Partido Verde e do candidato a prefeito Stan (Psol) foram até o local para tentar evitar os exageros e fizeram um pequeno protesto. Até uma faixa foi confeccionada para denunciar o abuso. Alguns comerciantes apoiaram o corte.

No primeiro trecho da via, os funcionários da Prefeitura não tiveram receio e praticamente elimiram as copas das árvores. No segundo trecho, com as críticas, a poda foi aparentemente mais equilibrada. A reportagem ouviu reclamações até mesmo de funcionários que efetuavam a poda.

A poucos metros dali, na Avenida Armando Andrade, o corte das árvores foram de forma exagerada. Outras vias como Avenida Fernando Fernandes, na região do Pirajuçara, também teriam tido suas árvores podadas de forma exagerada.

Carente de áreas verdes, Taboão da Serra piorou a sua nota no Programa Município Verde Azul (PMVA), criado pelo Governo do Estado de São Paulo para medir a eficiência ambiental. De 0 a 100, a nota de 2015 foi de 57,20, sendo que em 2014 havia sido 62,35.

A reportagem do Taboão em Foco esteve no local e o responsável pelas podas não quis comentar a respeito do exagero. Ele se limitou a dizer que não estava fazendo nada de ilegal. Procuramos também a assessoria de imprensa da Prefeitura de Taboão da Serra por telefone e email e não obtivemos respostas.

Nas primeiras podas, a árvore ficava praticamente sem copa. Após protestos e reclamações, funcionários da Prefeitura de Taboão da Serra foram mais generosos e deixaram algumas folhas.

Nas primeiras podas, as árvores ficavam praticamente sem copa. Após protestos e reclamações, funcionários da Prefeitura de Taboão da Serra foram mais generosos e deixaram algumas folhas.

Nesta quinta (22), equipes da Prefeitura de Taboão da Serra devem voltar a região central para terminar de podar as árvores.


NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PREFEITURA DE TABOÃO DA SERRA

A Prefeitura de Taboão da Serra, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente, afirma que a poda nas árvores da Rua Jovina de Carvalho Dau e da Avenida Armando de Andrade, no centro da cidade, foram executadas corretamente.

brasao_taboãoA poda se faz necessária nesta época do ano, devido à instabilidade climática, onde se tem o início do período de chuvas fortes e vendavais, aumentando o risco de queda de galhos. A medida foi preventiva, principalmente por se tratar de lugares movimentados, podendo acontecer acidentes com carros e/ou pedestres e evitando também que esses galhos cheguem à fiação elétrica.

Além disso, as árvores de espécie Ficus ssp, apresentavam sinais de uma das principais pragas na arborização urbana, os insetos broqueadores (brocas), que são os insetos perfuradores e causadores de danos em árvores, necessitando assim da poda.

Outro fato a ser citado é a necessidade da remoção dos galhos para que quando brotarem novamente seja realizado a topiaria, tipo de poda ornamental que consiste em dar formas artísticas às plantas, conduzindo a árvore a crescer de uma maneira que possa ser esculpida, como foi realizada no entorno do Centro de Especialidades, por exemplo. O rebrotamento dos galhos se dá em um prazo de 03 (três) a 06 (seis) meses.

A Prefeitura de Taboão da Serra se põe a disposição para eventuais esclarecimentos.

One Response

  1. Daniel Sacramento disse:

    A culpa disso aí é (era) de uma engenheira ambiental antiga de prefeitura. Na minha opinião, uma desqualificada. Ela “manda” praticamente pelarem as árvores, para deixarem assim, morrendo a míngua, melhor serrar o tronco e refazer a calçada. Lembro disso lá em meados de 2011 quando essa sujeita mandou realizar essa porcaria de chamada de “poda drástica” e muitas morreram, lá na Av. Paulo Ayeres e outras no EXTINTO E FECHADO PS Akira Tada. Minha opinião? INCOMPETENTE! Não sei como se tornou concursada.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online