Home » Esporte, Cultura e Lazer, Todas as notícias » Sem acordo com a Cultura, carnavalesco pedem ajuda dos vereadores

Sem acordo com a Cultura, carnavalesco pedem ajuda dos vereadores

Por Allan dos Reis, no Jardim Maria Rosa

Os integrantes da Liga das Escolas de Samba de Taboão da Serra (Libes) entregaram aos vereadores na noite desta terça-feira, dia 21, uma carta solicitando ajuda na negociação com a Prefeitura para liberação de verbas para realização do desfile de carnaval de 2015. O grupo já vinha se reunindo – sem sucesso – com o secretário de cultura Laércio Lopes, mas as negociações não prosperaram.

Com muita música, sambistas de Taboão da Serra pedem apoio da Prefeitura para volta dos desfiles carnavalescos.

Sambistas de Taboão da Serra pedem apoio da Prefeitura para volta dos desfiles carnavalescos.

Os sambistas afirmam que também aguardam resposta da prefeitura no pedido de emprestarem o Cemur, na região central, e o ginásio de esportes, no Jardim Helena, para realização de dois shows para angariar recursos.

“O documento que entregamos é a solicitação de apoio desta casa junto ao governo municipal para realização do carnaval, que é o evento cultural que mais põe gente na rua e que desde 2011 não acontece”, afirma Oderlan Souza, da Imperatriz do Samba.

Presidente da Imperatriz do Samba, Oderlan de Souza entrega carta com pedido de ajuda aos vereadores.

Presidente da Imperatriz do Samba, Oderlan de Souza entrega carta com pedido de ajuda aos vereadores.

Ele completa que as negociações com o vice-prefeito e atual secretário de cultura Laércio Lopes não prosperam. “No ano passado tivemos o ano todo de conversação com o secretário de cultura [na época, Ali Sati] e caminhou que não aconteceu [o desfile em 2014] e a desculpa foi que não teve tempo de fazer a licitação. Ficou acordado com o [novo] secretário de cultura [Laércio Lopes] que a gente teria reuniões mensais para o fortalecimento das escolas de samba com a cessão de espaços públicos como o ginásio de esportes e o Cemur para eventos para arrecadar fundos. Só que essas datas até hoje não aconteceram”, reclama.

Os vereadores prometeram intervir a favor da realização do carnaval. Os vereadores Professor Moreira (PT) e Eduardo Nóbrega (PR) foram os mais incisivos nas críticas pela não realização do desfile. “O desfile não entendemos porque e de uma hora para outra deixaram [a Prefeitura] de repassar os recursos”, reclamou o petista. “Me surpreende não ter o carnaval na cidade. Gostaria de saber porque as verbas não são repassadas à liga. Se há problema jurídico, vamos resolver o problema em uma mesa de negociação”, pediu Nóbrega.

IRREGULARIDADES

Um dos motivos que a atual administração utiliza para não repassar dinheiro para a Libes são as irregularidades apontadas na prestação de contas dos anos de 2010 e 2011 no valor de R$ 240 mil. Para driblar esse problema, os carnavalescos chegaram a criar a LIBESTS, mas ouviram do prefeito Fernando Fernandes que nenhum repasse seria feito a nova liga também.

OUTRO LADO: “NÃO TEM DINHEIRO”, DIZ LAÉRCIO

O vice-prefeito e secretário de cultura Laércio Lopes conversou pela manhã desta quarta (22) por telefone com o Taboão em Foco e foi taxativo. “Dinheiro a prefeitura não tem”. Porém, ele afirma que existem ainda duas alternativas para realização do desfile.

A primeira consiste na tentativa de liberação de uma emenda parlamentar do deputado estadual Geraldo Cruz (PT) de R$ 300 mil. “Temos uma emenda de um deputado e um funcionário da secretaria foi deslocado para realizar o projeto. Pedimos alguns dados das escolas para realizar o evento, mas não apresentaram nada até agora”, diz Lopes.

Em janeiro, uma das reuniões entre os carnavalescos e o secretário de cultura Laércio Lopes. (Foto: Arquivo)

Em janeiro, uma das reuniões entre os carnavalescos e o secretário de cultura Laércio Lopes. (Foto: Arquivo)

A outra são os eventos a serem realizados no Cemur “que o prefeito prometeu para janeiro” e no ginásio de esportes “que está complicado achar uma data”. Porém, ele garante que “a estrutura completa do local do desfile a prefeitura vai colocar”, encerra.

 

4 Responses

  1. Liceu artes disse:

    O liceu de artes que acabaram, música, teatro, artesanato.
    A prefeitura não tem interesse em investir na cultura do município, gera empregos e atraí o turismo.

  2. Dinho disse:

    Naõ tem problema secretario o Eduardo ou o Anderson vai entrar no seu lugar com apoio com outros vereadore

  3. RSF disse:

    Como vc Secretario Mente…
    MAis um ano sem carnaval….
    Palhacada..
    Cade o Fundo de cultural do nosso Municipio.
    Cade as parcerias com Ministerio da CUltura?
    Sera que foi para as empresas?
    Nos temos um fundo de cultura para qu e? existe uma emenda de Plano de cultura pra que ,? se na nossa cidade ” sera que ninguem usa”?
    Fico indignada com a Politica Cultural de nosso municipio.

  4. Beto disse:

    Do jeito que era gerido o dinheiro publico,nossos impostos, era imoral.Era indo os desfiles em Taboao,mas a máfia era grande.

    Não tem como não apoiar o vice-prefeito,ele tem razão.
    Façamos o carvanal mas não carnaval do dinheiro publico

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online