Home » Política, Todas as notícias » Sem Aprígio, CPI da Cooperativa aprova a convocação de mais duas testemunhas

Sem Aprígio, CPI da Cooperativa aprova a convocação de mais duas testemunhas

Por Allan dos Reis, no Jardim Helena

A oitava reunião da Comissão Especial de Inquérito (CEI), semelhante a uma CPI, se reuniu novamente na noite desta segunda-feira (27) sem a presença de nenhum dos convocados a depor. A expectativa de ouvir o presidente da Cooperativa Vida Nova, José Aprígio, agora é quase nula devido à decisão da Justiça, que afirmou que o mesmo não corre risco de ser conduzido de forma coercitiva.

CPI da Cooperativa Vida Nova

Vereadores que compõe a CPI durante mais uma oitiva na Câmara de Taboão da Serra.

 

Mesmo com a decisão, o presidente da comissão, Eduardo Lopes (PSDB), afirma que as investigações continuam e sugeriu que outras pessoas estejam envolvidas na suposta fraude no processo de desdobro da Avenida Vida Nova, que no entendimento da Prefeitura de Taboão da Serra houve loteamento e por isso deveriam ter deixado área institucional.

“Eu não consigo acreditar que eventualmente, se houve, em tese, um prejuízo que ultrapassa a casa dos R$ 250 milhões ao erário, eu não acredito que uma fraude desta se resume a uma única pessoa. Então a CEI vai continuar com todo vapor. Vamos dar uma grande colaboração ao Ministério Público”, promete Lopes.

Sem depoimentos, a comissão aprovou a convocação de mais duas testemunhas, que ocupavam os cargos de diretores de aprovação e regularização na gestão do ex-prefeito Evilásio Farias, para deporem na próxima quinta (30) às 15h.

O advogado José Vanderlei, que representa o presidente da cooperativa Aprígio, afirma não ter conhecimento do teor da acusação e aguarda acesso aos autos. Para ele, a CEI é nula.

“Ninguém tem [ciência do teor da acusação]. E não tive acesso aos autos da acusação. A inocência é presumida até que se fossa prova inversa. […] A CEI, oficialmente não existe. Segundo o próprio regimento interno da Casa deve ser aberta por deliberação da mesa. O regimento prevê que seja aprovado um decreto legislativo com o plano de trabalho”, diz Vanderlei.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online