Home » Esporte, Cultura e Lazer, Todas as notícias » Sem verbas da prefeitura, Libests cancela o desfile de carnaval em Taboão

Sem verbas da prefeitura, Libests cancela o desfile de carnaval em Taboão

Por Allan dos Reis, na região central de Taboão da Serra

Uma reunião entre o secretário de cultura Laércio Lopes e os presidentes das escolas de samba de Taboão da Serra na noite desta terça-feira, dia 28, terminou com a resposta que todos já esperavam. A prefeitura não irá repassar recursos financeiros às escolas de samba e o desfile de 2014 na avenida está cancelado.

Encontro entre presidente das escolas de samba e o secretário de cultura Laércio Lopes termina sem acordo.

Encontro entre presidente das escolas de samba e o secretário de cultura Laércio Lopes termina sem acordo.

E a justificativa para não efetuar o repasse, que seria algo em torno de R$ 15 mil por escola, não convenceu nenhum dos integrantes das escolas, que ao longo de 2013 participaram de várias reuniões com o ex-secretário Ali Sati e outros representantes da cultura. Lopes afirma que não pode dar verbas às escolas porque a prefeitura não publicou um edital de chamamento público e agora não há mais tempo hábil para publicação.

Laércio Lopes na secretaria de cultura_Jan14

Vice-prefeito e secretário de cultura Laércio Lopes afirma que não pode repassar verbas às escolas porque edital de chamamento não foi publicado.

“A minha idéia era que conseguisse uma verba para as escolas para pelo menos fazer um desfile e a prefeitura arcasse com algumas coisas. E eles tinham alguns problemas de documentação. Nós pedimos que entregassem a documentação e ficou naquela de entrega, não entrega. Por final fui procurar o pessoal do financeiro na prefeitura para saber como iria tratar o assunto. Só que não foi feito nem o edital.  Não existe nenhum edital convocando para [poder] dar o dinheiro. Quando foi designado para fazer o carnaval e que a prefeitura iria entrar com dinheiro, tinha que haver um edital e não houve. Então não tem documentação nenhuma e eu fiquei de braços atados”, justifica o secretário.

A notícia revoltou os carnavalescos. “Fica difícil acreditar que não vai ter carnaval por causa deste problema. Desde janeiro de 2013 que nós estamos conversando com a prefeitura. E agora é que nós ficamos sabendo dessa licitação e não vai ter tempo hábil para fazer o desfile”, reclama Jair, vice-presidente da Libests e presidente da Unidos do Redentor.

Liga chegou a garantir que teria o desfile independente da prefeitura. (Foto: Divulgação)

Liga chegou a garantir que teria o desfile independente da prefeitura. (Foto: Divulgação)

O presidente da Imperatriz do Samba, Oderlan Souza, disse estar surpreso com a decisão. “Saímos frustrados dessa reunião porque é a vigésima que a Liga e as escolas comparecem para discutir o carnaval. Durante o ano todo houve a discussão, falaram até em valor e disseram que estava provisionado e hoje, a surpresa, é que teria que ter feito um chamamento através de edital e não tem mais tempo para licitar”, criticou.

Em dezembro a Libests fez o lançamento oficial do carnaval e garantiu – na época – que teria desfile “independente de parceria com o governo municipal”, regitrou O Taboanense.

Apesar do impasse, o secretário de cultura prometeu que o carnaval não vai passar em branco no município e promete iniciar em maio as discussões do carnaval 2015. “A partir de maio vamos iniciar as reuniões, fazer shows e feijoadas para angariar fundos”, diz.

A reportagem entrou em contato com o ex-secretário Ali Sati, que ficou de retornar a ligação, mas até a publicação desta matéria ainda não havia feito.

LIBESTS

Sambistas

Sem verbas da prefeitura, representantes da Liga das Escolas de Samba de Taboão da Serra (Libests) cancelam o carnaval.

Desde o início das discussões em janeiro de 2013 havia o impasse entre a proposta da prefeitura e a dos sambistas. A nova administração não aceitou repassar verbas diretamente a Libes, que têm pendências na prestação de contas dos desfiles dos anos de 2010 e 2011 em R$ 240 mil.

Por isso, em março, com o apoio do ex-secretário Sati, os sambistas criaram uma nova liga, a Libests, mas a administração continuou reticente e só concordava em destinar dinheiro às escolas, que agora também não vai mais acontecer.

“O grupo LIBESTS não ficou dividido. O grupo ficou desacreditado por confiar fazer o carnaval com a prefeitura. Eu vejo a liga como independente. Se fosse mais unida e tivesse mais força, não dependeria do aval da prefeitura para realizar o carnaval”, diz o presidente da liga, Keu.

Porém, o ex-secretário da liga, Anderson Borba, pediu demissão do cargo alegando “incompatibilidade com a diretoria por falta de reuniões” e porque havia reuniões com o secretário, mas a informação não era devidamente repassada a todos.

 

One Response

  1. povo disse:

    Eu já sabia, tiveram o que mereciam, bando de traíras, confiaram num cara que já enganou toda a Taboao por mais de 8 anos, e a mulher dele já está enganando ha um bom tempo, HA HA , mudaram o nome da LIBES para LIBESTS, faltou acrescentar mais uma letra “A”, “LIBESTAS”.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online